Connect with us

Anápolis

Rádio Imprensa Madureira 104,9 FM recebe a outorga definitiva do Ministério das Comunicações

Published

on

Em evento histórico, a emissora obteve, na tarde de quarta-feira, 09 de novembro, o documento final de credenciamento na grade de emissoras de rádio do Brasil

Por Nilton Pereira

Foi um espera de mais de 12 anos. Mas, finalmente, o Ministério das Comunicações liberou o documento definitivo que efetiva a Rádio Imprensa Madureira 104,9 FM como integrante oficial do rol de emissoras de rádio no Brasil. Desde que foi adquirida do grupo que mantinha o controle acionário da empresa (Grupo Fanstone) começou a tramitação dos documentos de transferência, uma operação demorada, minuciosa e cheia de detalhes. Isto custou anos de pesquisas, levantamentos, comprovação de dados e outros procedimentos exigidos em lei, tendo em vista que os serviços de radiodifusão (rádio e TV) no Brasil são concessões públicas e têm legislação específica.

Comitiva foi à Brasília receber o documento

Mas, de acordo com o Diretor Presidente do Grupo Madureira, Pastor Bertiê Adais Magalhães, todas as formalidades foram cumpridas uma a uma e, hoje, a Rádio Imprensa está, definitivamente, consolidada e com a documentação completa para o funcionamento integral de uma emissora de rádio. Até então, havia uma outorga precária que, mesmo, assim, garantia o funcionamento da Rádio. “Agora, a história é outra”, disse o Pastor Bertiê Adais Magalhães, afirmado que não existe, mais, qualquer possibilidade de uma interrupção no funcionamento da 104,9 FM. Isto abre possiblidade para novos investimentos, novas conquistas e novos horizontes para a Rádio Imprensa 104,9 FM.

Foto do documento que concede a outorga da Rádio

A solenidade

Na solenidade de entrega do documento oficial, feita, pessoalmente, pelo Ministro Fábio Faria, registraram-se as presenças, além da do Pastor Bertiê Adais Magalhães, as do Deputado Federal João Campos (Republicanos) que, durante toda a tramitação deu o suporte logístico para que se efetivasse a outorga; vice-prefeito de Anápolis, Márcio Cândido, que foi funcionário da Rádio Imprensa AM, transformada em 104,9 FM e chegou a dirigi-la administrativamente por vários anos; Pastor Osmar Rodrigues, vice-presidente do Campo Anápolis das Igrejas Assembleia de Deus – Madureira; Pastora Elíude Magalhães, Diretora da Rádio Imprensa; Lídia Magalhães, Diretora Geral da Emissora e Jornalista Nilton Pereira, Gerente de Jornalismo.

Ministro das Comunicações Fábio Faria entrega a outorga ao Pr Bertiê Magalhães

O Ministro das Comunicações, Fábio Faria, durante a solenidade, se declarou satisfeito em fazer a entrega do documento a uma emissora que tem 61 anos ininterruptos de serviços prestados à radiofonia nacional e se colocou à disposição do grupo para qualquer eventualidade. Ele assegurou que o Governo Bolsonaro preza, muito, o Sistema Rádio “que leva a comunicação, em tempo real, a todos os lugares do Planeta Terra”.

Também, na ocasião, o deputado federal João Campos disse da satisfação em participar, diretamente, do processo de concessão e parabenizou a direção da Emissora, na pessoa do Pastor Bertiê Adais Magalhães, pela conquista. Também a Pastora Elíude Magalhães assegurou que a outorga é uma conquista do povo de Anápolis, das famílias e da comunidade cristã em geral.

Em sua fala, o Pastor Bertiê Adais Magalhães afirmou que a solenidade marcou o fim de uma etapa, mas, o começo de outras. Segundo ele, muitos desafios estão pela frente e a Rádio Imprensa, agora, está muito mais preparada para enfrentá-los. O Diretor Presidente do Grupo Madureira assegurou, ainda, que valeu a pena o esforço de mais de uma década e que, agora “é uma nova etapa, um novo caminhar, um tempo para novas conquistas”.

Continue Reading
Clique para comentar

Deixe uma resposta

Anápolis

Anápolis vacina 3.171 idosos neste domingo, 28

Published

on

Cinco pontos foram preparados para receber pessoas com idade acima de 75 anos para primeira dose. Idosos a partir de 80 também receberam a segunda

DA REDAÇÃO

A Prefeitura de Anápolis imunizou 2.674 idosos com idade superior a 75 anos neste domingo, 28, com a primeira dose da vacina contra a Covid-19. Além disso, 497 pessoas com 80 anos ou mais, que já estavam no período de receber a segunda dose, também foram imunizadas. Com isso, o número de vacinados em Anápolis é de 17.487, entre idosos com idade igual ou superior a 75 anos (1ª e 2ª dose) e profissionais de saúde da linha de frente do enfrentamento à doença.

Foram oito horas de vacinação (das 8h às 16h) em cinco pontos da cidade: Viaduto da Avenida Brasil, CMTT e unidades de saúde da Vila União, Vila Norte e Filostro Machado. Mais uma vez a aplicação foi feita no sistema drive-thru, sem que os idosos precisassem sair dos veículos.

E a vacinação continua de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, nos pontos fixos localizados na CMTT, Ginásio Internacional Newton de Faria e unidades de saúde da Vila União, Vila Norte e Filostro Machado. Para se imunizar, o idoso com 75 anos ou mais deve estar cadastrado pelo Zap da Vacina. Aqueles que vão receber a segunda dose já constam do sistema e devem ficar atentos à data limite no cartão de vacina, lembrando que a partir de 14 dias da primeira dose a pessoa já pode receber a segunda.

Cadastro

Para fazer o cadastramento, a pessoa deve acessar o Zap da Vacina no endereço www.anapolis.go.gov.br/portal/zapdaprefeitura/ de segunda a sexta, das 8h às 18h. O atendente vai pedir os documentos pessoais para fazer o cadastro e finalizá-lo. Os casos de pacientes acamados devem ser informados, pois, neste caso, a imunização será realizada em domicílio. Para dar mais celeridade, foi ampliado o número de atendentes. Outra medida que agiliza o atendimento é que a procura no Zap seja somente para pessoas do grupo prioritário de idosos com idade igual ou acima de 75 anos.

Continue Reading

Anápolis

Roberto Naves viabiliza mais 10 leitos de UTI e garante Anápolis no risco moderado

Published

on

O anúncio foi feito há pouco nas redes sociais de Roberto Naves que, desde ontem, buscava maneiras de evitar um colapso no sistema de saúde após ocupação dos leitos dispararem

DA REDAÇÃO

Anápolis permanece em risco moderado no sistema de saúde em relação à Covid-19. A definição veio após o prefeito Roberto Naves garantir mais 10 leitos de UTI exclusivos para pacientes do município no tratamento da doença. Com isso, a cidade passa a ter 60 leitos de UTI e 87 de enfermaria, já que a unidade de saúde do Leblon retorna como centro de internação. Neste panorama, a matriz de risco ficaria em torno de 70% ocupação, que garante a cidade no risco moderado.

A busca da estratégia de evitar, tanto um colapso no sistema, quanto medidas mais enérgicas relacionadas ao isolamento social, foi iniciada na noite de sexta-feira, 26, após a ocupação dos leitos de UTI mostrarem um cenário crítico. Reuniões contínuas foram realizadas com toda a equipe técnica e da linha de frente da Secretaria Municipal de Saúde até que na tarde deste sábado, 27, as ações foram anunciadas.

“Com mais esses dez leitos que contratamos junto à Santa Casa e com a reabertura do Leblon ganhamos um fôlego e evitamos um possível lockdown agora. Mas é preciso deixar bem claro que, estamos em uma situação crítica devido às novas variantes da doença e mais do que nunca precisamos que a população se conscientize sobre os protocolos de segurança”, destacou o prefeito.

Roberto Naves acrescentou que, na próxima quinta-feira – dia de avaliação da matriz de risco -, o cenário será novamente avaliado e que a adoção de medidas mais rígidas não está descartada. “Estamos fazendo o possível para não deixar a nossa população sem atendimento e nem desestabilizar a atividade econômica, mas não podemos conter o avanço da doença se não houver a colaboração de todos”, finalizou.

Continue Reading

Anápolis

Comércio em Anápolis não deverá abrir neste sábado e domingo

Published

on

Orientação faz parte das novas medidas adotadas segundo o protocolo de risco de colapso do sistema de saúde

DA REDAÇÃO

Segundo as normas da matriz de risco moderado do protocolo de segurança de Anápolis, o comércio na cidade não deverá abrir no sábado e no domingo. A medida vale, também, para os shoppings da cidade. A autorização para funcionamento é apenas para os serviços essenciais como supermercados, farmácias e serviços de saúde.

Os restaurantes (tanto de rua, como dos shoppings) podem funcionar no sistema delivery.

As medidas fazem parte do novo protocolo da Matriz de Risco do colapso do sistema de saúde elaborado e atualizado pela Vigilância Sanitária de Anápolis. O objetivo é frear o contágio pelo novo coronavírus.

Continue Reading

Destaque