Connect with us

Brasil

Operação bloqueia mais de 250 sites e aplicativos por crime de pirataria

Published

on

Coordenado pelo Ministério da Justiça, combate aos crimes praticados contra a propriedade intelectual na internet conta com a participação de dez estados e apoio internacional

DA REDAÇÃO

Em uma ação coordenada com as polícias civis de dez estados e com embaixadas, o Ministério da Justiça e Segurança Pública deflagrou, nesta quinta-feira (5), a segunda fase da Operação 404 para combater a pirataria on-line.

Por determinação judicial, a operação cumpre 25 mandados de busca e apreensão nos dez estados, além do bloqueio ou suspensão de 252 sites e 65 aplicativos de streaming ilegal de conteúdo, desindexação de conteúdo em sites de busca e remoção de perfis e páginas em redes sociais.

Segundo o ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, a linha de investigação é relacionada a pessoas físicas e jurídicas que têm violado sistematicamente os direitos autorais fonográficos, cinematográficos e de outras fontes, de forma organizada, com o objetivo de lucro e buscando lavar os recursos obtidos.

“Essa linha de investigação, à luz das apreensões já feitas, indica, não apenas crimes relacionados aos direitos autorais com objetivo de lucro, mas também lavagem de dinheiro e possível organização criminosa”, afirma André Mendonça.

O ministro informou que foram apreendidos carros de luxo e armas e identificado que um dos alvos da operação tem faturamento anual de R$ 94,5 milhões com os crimes praticados.

De acordo com o Ministério da Justiça, a pirataria on-line causa prejuízos à arrecadação do país e ao mercado formal de trabalho. Também coloca em risco o acesso a dados pessoais de quem consome os serviços quando, por exemplo, se instala um aparelho ilegal para ter acesso a filmes. No Brasil, a pena para quem pratica esse crime é de reclusão, de dois a quatro anos, e multa.

Ação integrada

A Operação 404, que reprime crimes praticados contra a propriedade intelectual na internet, tem a participação das polícias civis da Bahia, Ceará, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Santa Catarina e São Paulo.

Também participam da ação as associações de proteção à propriedade intelectual, a embaixada dos Estados Unidos no Brasil e a embaixada do Reino Unido no Brasil. Nos Estados Unidos, foram identificados três domínios ilícitos que foram bloqueados por facilitar a violação criminal de propriedade intelectual.

O ministro André Mendonça destacou que a atuação em colaboração com outros países é fundamental para o combate aos crimes cibernéticos. “A criminalidade hoje ultrapassa as barreiras e as fronteiras entre os países, ela é transnacional. Hoje, o que vemos com essa operação é a aplicação prática de uma atuação que respeita tanto a cooperação interna como a internacional.”

A operação foi batizada com o nome 404 em referência ao código de resposta do protocolo HTTP para indicar que a página não foi encontrada ou está indisponível.

Início da Operação 404

A primeira fase da operação ocorreu em novembro de 2019. Na ocasião, foram cumpridos 30 mandados de busca e apreensão, bloqueio e/ou suspensão de 210 sites e 100 aplicativos de streaming ilegal de conteúdo, a desindexação de conteúdo em mecanismos de busca e a remoção de perfis e páginas em redes sociais.

Fonte: www.gov.br

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Brasil

Balanço comercial tem melhor saldo da história e bate recorde de exportações

Published

on

País exportou cerca de US$ 10 bilhões a mais do que importou. Setores com maiores crescimentos foram da agropecuária e da indústria

DA REDAÇÃO

A balança comercial registrou o melhor saldo da história para meses de abril. No mês passado, o país exportou cerca de US$ 10 bilhões a mais do que importou, tendo um saldo maior do que em abril de 2020 em 67,9%. As exportações no último mês somaram mais de US$ 26 bilhões e bateram recorde para todos os meses desde o início da série histórica em 1989.

No início da pandemia da Covid-19 em abril de 2020 as exportações caíram por causa das medidas de restrição social, portanto, além da recente alta no preço, outro motivo que levou ao aumento das exportações foi a base de comparação. Com o resultado de abril, a balança comercial acumula superávit de mais de US$ 18 bilhões nos quatro primeiros meses do ano, um resultado 106,4% maior que o do mesmo período de 2020.

Os setores que mais registraram crescimento nas vendas para o exterior foram as exportações agropecuária, com 44,4%, e da indústria com aumento de 73,2% em relação ao ano passado.


Fonte: Brasil 61

Continue Reading

Brasil

Cresce o número de famílias com dívidas em atraso

Published

on

Resultado é o mais alto desde agosto de 2020. Segundo os dados da CNC, o cartão de crédito é utilizado como principal modalidade de dívida

DA REDAÇÃO

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) divulgou nesta terça-feira (4), dados que mostram que a parcela de famílias com dívidas em atraso cresceu para 67,5% em abril deste ano. Em março, o percentual foi de 67,3%. O resultado deste último abril é o mais alto desde agosto de 2020, quando também se registou o mesmo percentual atual.

Outro dado divulgado foi em relação à parcela de famílias que não terão condições de pagar as suas dívidas, atingindo 10,4%, valor abaixo do ponto totalizado no mês passado, mas acima dos 9,9% de abril de 2020. Já o tempo médio de comprometimento com dívidas entre as famílias foi de cerca de 6 meses, enquanto o tempo de atraso na quitação das mesmas atingiu quase 62 dias, o menor prazo desde julho de 2020.

Ainda segundo a CNC, o cartão de crédito é utilizado como principal modalidade de dívida e o seu percentual de uso voltou a crescer, chegando a um novo recorde de 80,9% do total de famílias.


Fonte: Brasil 61

Continue Reading

Brasil

IBGE: produção industrial sofre segunda queda consecutiva

Published

on

Pesquisa aponta que 15 das 26 atividades industriais tiveram queda na produção

DA REDAÇÃO

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) liberou os dados da Pesquisa Industrial Mensal (PIM) referente à produção industrial brasileira. Os números mostram recuo de 2,4% na passagem de fevereiro para março, resultando na segunda queda consecutiva registrada neste ano.

Quinze das 26 atividades industriais pesquisadas tiveram queda na produção de fevereiro para março, sendo o setor de veículos automotores, reboques e carrocerias o mais afetado, com queda de 8,4%. Também houve recuo expressivo no setor de confecção de artigos do vestuário e acessórios, caindo 14,1%.

Já entre os 11 setores com crescimento, os principais destaques foram as indústrias extrativas (5,5%), outros equipamentos de transporte (35%) e produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (1,7%).


Fonte: Brasil 61

Continue Reading

Destaque