Connect with us

Brasil

Hospitais Universitários Federais já acolheram mais de 100 pacientes de Manaus

Published

on

Unidades vinculadas ao Ministério da Educação organizaram leitos de enfermaria e de UTI para atendimento de, aproximadamente, 200 pessoas

DA REDAÇÃO

“Quando a gente vem para o hospital é para cumprir a nossa missão. Eu não ficaria feliz em casa sabendo que tem pacientes precisando de mim”. A declaração da enfermeira da Rede Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), Nídia Soares, que atua no Hospital Universitário da Universidade Federal do Maranhão, reflete um misto de sentimento de dever e de amor ao próximo.

É com essa dedicação dos profissionais da Rede Ebserh, vinculada ao Ministério da Educação (MEC), que mais de 100 pacientes com Covid-19, transferidos de Manaus (AM), já foram acolhidos em cinco hospitais da estatal. O último voo teve como destino São Luís (MA), na madrugada desta quarta-feira (20), com mais 16 pacientes.

Em todas as recepções de pacientes transferidos de Manaus, os profissionais das unidades hospitalares já estavam a postos, com todos os equipamentos e os cuidados necessários para esse tipo de operação. O enfermeiro Deilson Oliveira contou que, ao receber os pacientes, além de emocionada, toda a equipe estava treinada e organizada. “Todos sabiam o seu papel. Em relação às provisões de insumos, estamos muito bem abastecidos, sem falta de nenhum material”, afirmou.

Para o presidente da Rede Ebserh, Oswaldo Ferreira, o esforço conjunto da estatal com os ministérios da Educação, Saúde e Defesa tem, mais do que logística e assistência, um caráter humano e de solidariedade. “Não são apenas números. São vidas sendo salvas, famílias apreensivas pela volta de seus entes queridos que podem contar com todo o nosso apoio, é a humanização da saúde. Isso nos emociona e nos faz seguir em frente, oferecendo toda a nossa dedicação ao próximo.”

Operação Manaus

Com a coordenação do Ministério da Saúde, uma rede de apoio foi criada em todo o país para receber os pacientes de Manaus com Covid-19. Na quinta-feira (14), a Rede Ebserh encaminhou ofício ao órgão disponibilizando, aproximadamente, 150 leitos, distribuídos em nove hospitais universitários federais que fazem parte da rede hospitalar a fim de ajudar o estado. Dos 150 leitos, 22 são de UTI e os demais de enfermaria. No sábado, esse número foi ampliado para 205 leitos.

Fonte: www.gov.br

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Brasil

Trecho da BR-153 entre Tocantins e Goiás será duplicado

Published

on

A pista única não comporta o grande movimento de caminhões e veículos de passeio que passam diariamente por ali

DA REDAÇÃO

O Consórcio Eco 153 formado pelas empresas EcoRodovias e GLPX, venceu o leilão do sistema rodoviário da BR-153/414/080, que liga Tocantins a Goiás. Está previsto investimento de R$ 14 bilhões em infraestrutura e prestação de serviços. O mais esperado pelos motoristas que costumam passar pelo trecho é a duplicação da via.
 
Segundo o painel de acidentes rodoviários da Confederação Nacional do Transporte (CNT), com base em dados da Polícia Rodoviária Federal, a BR-153 é a terceira no ranking de acidentes letais de 2020. A pista única não comporta o grande movimento de caminhões e veículos de passeio que passam diariamente pela rodovia.  
Morador de Anápolis (GO), o servidor público Pedro Lopes, de 29 anos, faz o trajeto para visitar a família no Maranhão. “Já tive experiências desagradáveis na 153 por conta da conservação da pista, por conta do trânsito. Familiares também já tiveram, já perdi amigos ali. E todas essas questões acredito que não existiriam se a rodovia fosse duplicada como é, por exemplo, para ir até São Paulo”, contou.
 
O Programa de Exploração da Rodovia (PER) inclui a duplicação obrigatória de 623,3 quilômetros, sendo 349,2 quilômetros do terceiro ao décimo ano, e outros 274,1 quilômetros entre o 19º e o 25º ano. 
Entre outras melhorias previstas devem ser construídas passarelas de pedestres, investimento em iluminação, além de atendimento 24h ao usuário que utilizar a via, o que deve garantir mais segurança para o trecho. 
 
A concessão terá duração de 35 anos, prorrogáveis por mais cinco. O trecho leiloado tem 850,7 quilômetros e é a principal ligação dos estados do Tocantins, Maranhão, Pará e Amapá com o centro-sul, sendo um dos eixos rodoviários mais importantes e estratégicos do país.

Economia

Para o diretor da FGV Transportes, Marcus Quintella, toda infraestrutura de transporte é estruturadora econômica e a concessão, pela sua localidade, deve impactar diretamente na expansão do agronegócio brasileiro. “Em um país que tem um Centro-Oeste de grande potencialidade agrícola, será o maior celeiro do mundo em poucos anos”, afirmou.
 
Segundo Quintella, a carência de infraestrutura de transportes é o grande desafio da área de logística. “Apesar de o país ser totalmente voltado para as rodovias, ainda temos um déficit absurdo, só temos 12% ou 13% das nossas rodovias pavimentadas e dentro desse universo a qualidade é muito ruim”, avaliou. 

A concessão impactará diretamente 38 municípios dos estados de Tocantins e Goiás. Os investimentos decorrentes devem resultar na melhoria do nível do serviço ofertado, garantindo maior segurança do transporte de carga e de passageiros, reduzindo a ocorrência de acidentes, bem como influenciando no tempo de viagem e no custo logístico.
 
A Agência Nacional de Transportes Terrestre (ANTT) estima ainda que no decorrer do período da concessão sejam criados cerca de 119.422 empregos diretos e indiretos.

Fonte: Brasil 61

Continue Reading

Brasil

Inflação desacelera para todas as faixas de renda em abril

Published

on

Apesar disso, famílias de renda muito baixa continuam com índice de inflação anual maior

DA REDAÇÃO

Segundo análise do Indicador Ipea de Inflação por Faixa de Renda, divulgada nesta sexta-feira (14) pelo Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea), a inflação de abril desacelerou em relação a março para todas as faixas de renda pesquisadas. Apesar disso, a pesquisa mostra que a redução no ritmo de aumento de preços foi mais forte entre as famílias de maior renda.

Com isso, o aumento mensal de preços em abril foi mais intenso entre as famílias de renda muito baixa. Para esse grupo, a inflação passou de 0,71% em março para 0,45% em abril. Em 12 meses, essas famílias acumulam inflação de 7,71%, enquanto a inflação geral foi de 6,76%. Por outro lado, a inflação das famílias de renda alta caiu de 1% em março para 0,23% em abril e acumulam 5,21% no índice anual.

O quadro que influencia o maior peso para as famílias de renda mais baixa se dá pelo aumento dos preços de alimentos como carnes, ovos e leite. Para as mais ricas, esse encarecimento tem peso menor.


Fonte: Brasil 61

Continue Reading

Brasil

Infraestrutura deve injetar R$ 260 bi e gerar 1 milhão de empregos no país

Published

on

O governo federal deve liberar os investimentos por meio de concessões à inciativa privada

DA REDAÇÃO

As áreas de infraestrutura e transportes podem ter investimentos de R$ 260 bilhões até o final de 2022. O governo federal deve liberar os investimentos por meio de concessões à inciativa privada. O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, espera gerar cerca de 1 milhão de vagas de trabalho durante o período.

As concessões devem ser realizadas para investimentos em diversas rodovias federais do país e outras, já iniciadas, devem ser renovadas. rodoviárias federais,

Além disso, o governo se prepara para dar continuidade nas concessões do setor aeroportuário. Este ano, está prevista a relicitação do aeroporto de São Gonçalo do Amarante, em Natal (RN). 

O ministro Tarcísio Freitas participou, nesta quarta-feira (28), de inauguração de uma nova alça de acesso para caminhões no porto do Rio de Janeiro. A obra vai permitir o tráfego de quase três mil veículos pesados por dia no local. 

Fonte: Brasil 61

Continue Reading

Destaque