Connect with us

Anápolis

Caiado articula 1.134 novos empregos pela Caoa em Anápolis

Published

on

Grupo automotivo anuncia que expansão é possível graças ao apoio do Governo de Goiás

DA REDAÇÃO

A Caoa anunciou nesta sexta-feira (12/02), durante videoconferência com o governador Ronaldo Caiado, a criação de um segundo turno de trabalho que vai gerar 1.134 novos empregos na unidade instalada em Anápolis. Os dirigentes da marca afirmaram que a expansão dos negócios, mesmo em meio à pandemia, e as oportunidades oferecidas à mão de obra local são resultado dos incentivos do Governo de Goiás. “Isso mostra nossa maneira certa de governar”, resumiu o governador sobre as políticas de atração de empresas adotadas pelo Estado.

O cronograma do grupo automotivo prevê expansão na produção de veículos, o que explica a abertura de novos postos de trabalho. O turno extra deve entrar em operação no segundo semestre, a partir da contratação e treinamento dos novos colaboradores. A estimativa da Caoa é que cada emprego direto gerado possibilite, no futuro, a criação de outros 12 indiretos, o que aproxima da marca total de 15 mil postos de trabalho. “Isso é muito importante para o país, para o Estado e o município”, afirmou o fundador e atual presidente do Conselho de Administração da Caoa, Carlos Alberto Oliveira Andrade.

Andrade relatou que a Caoa vive em Anápolis um momento oposto ao observado em várias partes do mundo. Isso porque a crise sanitária da Covid-19 afetou sobremaneira o mercado automobilístico. No Paraná, citou, a Audi suspendeu a produção de carros. Já em Goiás, a realidade aponta para crescimento. “A Caoa passou incólume pela pandemia. E houve grande ajuda do Governo de Goiás, do Caiado, nesse itinerário. Confiamos nele e não recuamos”, comentou o empresário. O governador respondeu com outro exemplo: “A Ford foi embora sem sequer dar tchau para o Brasil. Em Anápolis, vivemos o inverso”.

Durante o encontro on-line, o CEO da Caoa, Mauro Luis Correia, apresentou os próximos passos do grupo a partir da ampliação do número de colaboradores. “Nosso objetivo é figurar entre as 10 maiores marcas do Brasil”, pontuou. Esse planejamento, disse, foi possível especialmente a partir de novembro do ano passado, quando a empresa anunciou investimento de R$ 1,5 bilhão na região de Anápolis, em um prazo de cinco anos. Isso após o Centro-Oeste ser reinserido na política de incentivos fiscais para o setor automobilístico, graças à Medida Provisória 987/2020.

“O trabalho do governador Ronaldo Caiado para garantir os incentivos para Goiás foi fundamental e agora o povo goiano colhe os frutos com o crescimento da indústria”, afirmou o secretário de Indústria, Comércio e Serviços (SIC), José Vitti. Também presente à reunião, o deputado federal Efraim Filho elogiou a capacidade de articulação do governador para garantir a aprovação da MP 987/2020, na reta final do ano. “Só o Caiado para conseguir, com o prestígio dele, um negócio desses.” Na mesma linha, o ex-senador Cássio Cunha Lima afirmou que “se não fosse o envolvimento pessoal e espírito público do governador Caiado, nada disso teria acontecido”.

Mais investimentos para Anápolis

O titular da SIC informou não ser por acaso a liderança de Anápolis na geração de empregos em Goiás no ano de 2020, segundo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Do saldo positivo de 26.258 empregos com Carteira de Trabalho assinada em todo o Estado, o município contribuiu com 5.265, sendo que 3.201 foram da indústria. “Os indicadores econômicos relativos a Anápolis, e agora o anúncio da geração de mais de mil empregos diretos pela Caoa, mostram que o município apresenta potencial de crescimento e segue célere para se transformar num parque industrial automobilístico”, disse Vitti.

Além da expansão do grupo automotivo, o município terá, em breve, outros importantes anúncios que fortalecerão ainda mais seu desenvolvimento. Na videoconferência, o governador mencionou a ida do presidente Jair Bolsonaro a Anápolis, em 4 de março, para viabilizar a instalação do Centro de Excelência Ferroviário. E ainda a possibilidade de investidores chineses, da Huawei, instalarem um novo negócio na região. “O prefeito ainda não sabe, mas o município foi definida por nós para essa nova plataforma”, disse.

O prefeito de Anápolis, Roberto Naves, parabenizou o empenho de Caiado na busca por investidores para Goiás. “É uma pessoa que trabalha em prol do Estado e preocupado com a população”, disse. O gestor municipal também ofereceu à Caoa a possibilidade de parceria para garantir cursos profissionalizantes aos novos trabalhadores.

Fonte: Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás

Continue Reading
Clique para comentar

Deixe uma resposta

Anápolis

Pontos fixos de vacinação estão com baixa procura de idosos cadastrados

Published

on

Ginásio Internacional Newton de Faria, CMTT e as unidades de saúde da Vila União, Vila Norte e Filostro Machado funcionam como local de imunização permanente de segunda a sexta, das 8h às 16h

DA REDAÇÃO

Empenhada em agilizar a imunização de idosos a partir de 80 anos que já estão cadastrados pelo Zap da Vacina, tanto na primeira dose quanto na segunda (para os que já estão no período de fazer o reforço, conforme indicado no cartão de vacinas), a Prefeitura de Anápolis alerta para a baixa procura nos cinco pontos fixos da cidade, reforçando o chamado para os grupos da faixa etária liberada para a vacinação. Os pontos fixos são as unidades de saúde da Vila União, Vila Norte e Filostro Machado; CMTT; e Ginásio Internacional Newton de Faria, e o funcionamento é de segunda a sexta, das 8h às 16h.

“Para saber a data correta, é necessário identificar o dia da primeira dose e a data limite, que consta do cartão de vacinas. É importante também avisar que idosos não acamados que não foram vacinados em domicílio devem procurar os pontos fixos para aplicação da segunda dose”, frisa a diretora de Vigilância em Saúde, Mirlene Garcia. Ela explica que a partir de 14 dias da primeira dose a pessoa já pode receber a segunda.

Por exemplo, quem recebeu a vacina no drive-thru em 31 de janeiro pode tomar a segunda dose a partir do dia 14 de fevereiro até o dia 28 de fevereiro, preferencialmente. O mesmo acontece com quem foi imunizado nas outras ações de drive-thru: do dia 07 de fevereiro, deve receber entre 21 de fevereiro a 07 de março; e do dia 15 de fevereiro, de 1º de março a 15 de março.

Continue Reading

Anápolis

Cai volume de reclamações sobre transporte coletivo de Anápolis

Published

on

Efeito ocorre após propostas construídas em reunião entre representantes da CMTT, Vigilância Sanitária, Polícia Militar e Urban

DA REDAÇÃO

Um fiscal da Secretaria de Trânsito, Transportes e Serviços Urbanos (CMTT), de segunda a sexta-feira, ininterruptamente, dentro do terminal da Urban; Fiscais em locais pontuais e estratégicos distribuídos no Distrito Agroindustrial de Anápolis (DAIA); Notificação de pontos de gargalos, com elevação do número de ônibus nessas rotas. Essas foram algumas das ações implementadas, e que já surtiram efeito, após reunião que ocorreu na última sexta-feira, 19, entre representantes de diversas esferas em busca de melhorar a prevenção da Covid-19 no sistema de transporte coletivo do município.

O gerente municipal de Vigilância Sanitária, Gúbio Dias Pereira, garante que é notória a redução de reclamações recebidas no órgão em relação ao número de usuário do transporte coletivo e à sanitização dos ônibus. “Ainda não temos esse dado traduzido em números. É algo empírico que observamos facilmente ao longo dos últimos dias”, revela.

O diretor de Trânsito, Transportes e Educação, Igor Lino Siqueira, explica que, inicialmente, foram observados alguns gargalos que, logo corrigidos, já foram suficientes para equalizar o número de transporte de passageiros de acordo com o decreto estadual (máximo de passageiros deve ser igual ou inferior à capacidade máxima de assentos). “Aumentamos o número de carros na Vila Jaiara, Avenida Pedro Ludovico, Recanto do Sol e ainda três veículos para o Daia”, explica. O cidadão pode contribuir com a fiscalização através do WhatsApp (62) 98596-5564, voltado para o atendimento a usuários do transporte coletivo.

Continue Reading

Anápolis

Anápolis tem o dobro da média nacional de internações por doenças mentais

Published

on

Doenças são as mais diversas como surtos psicóticos, stress, depressão, ansiedade, esquizofrenia, mal de Alzheimer, perturbação bipolar, manias, entre outras

Por Edilson Marçal

O município de Anápolis apresenta um perfil curioso em relação a internações por transtornos mentais e comportamentais. Enquanto a média nacional de internações por essa causa é de 4,4% do total geral de causas e a média estadual é de 4,6%, em Anápolis as doenças mentais correspondem a 8,45% das internações, conforme dados abertos do Ministério da Saúde, disponíveis no site do Datasus.

São considerados transtornos mentais e comportamentais doenças que interferem na capacidade cognitiva e nas emoções, resultando na limitação das capacidades pessoais ou sociais do indivíduo, como os surtos psicóticos, stress, depressão, ansiedade, esquizofrenia, mal de Alzheimer, perturbação bipolar, manias, entre outras. Também se enquadram nessa categoria transtornos resultantes do uso de álcool e outras drogas.

Uma possível causa para esse percentual acentuado é o fato de Anápolis ser referência para todo o Norte do Estado no tratamento de doenças mentais, uma vez que os demais municípios oferecem somente internação de urgência para esses transtornos. Os transtornos mentais e comportamentais são considerados problemas de saúde típicos do mundo contemporâneo, devido ao ritmo, estilo e hábitos de vida impostos pela modernidade.

Em Anápolis, o atendimento aos transtornos mentais e comportamentais no SUS ocorre de duas formas: as urgências em saúde mental e as internações de longa permanência. No caso de surtos psicóticos, recomenda-se que seja acionado o SAMU, que fará o encaminhamento para o ponto de atenção mais adequado.

Percentual de internações por transtornos mentais e comportamentais.

Fonte: DataSus
Continue Reading

Destaque