Connect with us

Anápolis

64% dos idosos de casas de permanência e seus cuidadores já foram vacinados

Published

on

Anápolis foi a primeira cidade do País, após São Paulo, a iniciar o programa de vacinação contra Covid-19

DA REDAÇÃO

No segundo dia de vacinação da Covid-19 em Anápolis, 355 moradores de abrigos de longa permanência e seus cuidadores já foram imunizados. A perspectiva é de que até quarta-feira, 20, a vigilância sanitária finalize essa primeira etapa da vacinação. O próximo passo, conforme protocolo do Ministério da Saúde, são os profissionais da linha de frente do Covid-19.

Das 10 instituições de longa permanência dos municípios, já foram visitadas o Abrigo dos Velhos Professor Nicephoro Pereira da Silva (onde mora a primeira pessoa vacinada em Anápolis, Maria Conceição Silva, 73 anos); Abrigo Evangélico Jesus Cristo é o Senhor; Casa Bethânia e Asilo São Vicente de Paula; Mohran e Fraternidade Arca de Maria. Na prática, equipes de enfermeiros e técnicos de enfermagem foram in loco, fazer a vacinação de cada um de seus moradores e seus funcionários.

A depender da quantidade de vacinas que continuarem em estoque das 5.960 que foram destinadas à Anápolis, inicia-se o agendamento dos idosos, a começar por aqueles de idade  igual ou superior a 90 anos, continuando para igual ou superior a 85 anos, depois igual ou maior de 80 anos e assim por diante. Essa etapa, será feita por agendamento, via Zap da Saúde – sistema já utilizado para diversos fins há mais de um ano em Anápolis.

Todas as vacinações são registradas com o número do lote, data e horário – cuidados necessários para a marcação da aplicação da segunda dose, além de identificar o medicamento em caso de possíveis reações à vacina.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Anápolis

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Anápolis

Anápolis aplica hoje segunda dose da Coronavac e primeira da Pfizer

Published

on

Foi organizada uma força tarefa para aplicação das doses, que acontece paralelamente

DA REDAÇÃO

Os idosos que estavam ansiosos para receber a segunda dose da Coronavac terão essa oportunidade hoje, sábado (15). A prefeitura recebeu duas remessas da vacina, que totalizam 4.500 doses, destinadas à aplicação da dose reforço da vacina. Mas é preciso ter atenção, apenas idosos que receberam a primeira dose até dia 03 de abril poderão receber a segunda dose hoje. Os demais deverão aguardar a chegada de mais vacinas.

A vacinação acontece das 8h às 16h, exclusivamente para este público, com distribuição de senhas, nos seguintes locais: ginásio da UniEvangélica, Banco de Leite e unidade de saúde Santa Maria de Nazareth, para pedestres; e em sistema drive-thru na CMTT e unidades de saúde do JK, Arco-Íris e Anexo Itamaraty. A vacina para pedestres não será aplicada em pontos de drive-thru, assim como pessoas em veículos não receberão a dose em unidades voltadas para imunizar pedestres. A medida objetiva garantir a organização das filas.

Pfizer

Paralelamente, no sábado e domingo, 15 e 16, no Ginásio Internacional Newton de Faria, das 8h às 16h, acontece a vacinação com o imunizante da Pfizer em gestantes, puérperas e pacientes imunossuprimidos cadastrados no site vacina.anapolis.go.gov.br/cadastrar.

Vacinação

A vacinação continua na semana que vem com doses da AstraZeneca e da Pfizer. Os idosos que precisam tomar a segunda dose da Coronavac deverão esperar a chegada de mais doses dessa vacina ao Estado. O Instituto Butantan afirmou nesta semana que paralisou a produção da Coronavac por falta de insumos, não há previsão da chegada de novos insumos para que o Instituto retome a produção.

Continue Reading

Anápolis

Anápolis recebe remessa maior da Coronavac, agora idosos que se vacinaram até dia 03 de abril podem receber a segunda dose

Published

on

A cidade recebeu duas remessas de Coronavac com diferença de poucas horas e ampliou o quantidade de idosos que poderão receber a segunda dose da vacina

DA REDAÇÃO

Mais idosos terão direito de receber a dose reforço da Coronavac amanhã (15), em Anápolis. É que a Prefeitura recebeu duas remessas da vacina com diferença de poucas horas. À tarde a secretaria de saúde havia informado que só teriam direito de receber a vacina aqueles idosos que vacinaram com a primeira dose até o dia 31 de março. Com a nova remessa de doses recebidas, o quantitativo de Coronavac disponível na cidade aumentou de 3.050 para 4.500. Agora, idosos que se vacinaram até o dia 03 de abril poderão receber a segunda dose neste sábado.

A vacinação acontece das 8h às 16h, exclusivamente para este público, com distribuição de senhas, nos seguintes locais: ginásio da UniEvangélica, Banco de Leite e unidade de saúde Santa Maria de Nazareth, para pedestres; e em sistema drive-thru na CMTT e unidades de saúde do JK, Arco-Íris e Anexo Itamaraty. A vacina para pedestres não será aplicada em pontos de drive-thru, assim como pessoas em veículos não receberão a dose em unidades voltadas para imunizar pedestres. A medida objetiva garantir a organização das filas.

Pfizer

Paralelamente, no sábado e domingo, 15 e 16, no Ginásio Internacional Newton de Faria, das 8h às 16h, acontece a vacinação com o imunizante da Pfizer em gestantes, puérperas e pacientes imunossuprimidos cadastrados no site vacina.anapolis.go.gov.br/cadastrar.

Continue Reading

Anápolis

Empresários discutem com Codego investimentos no Daia

Published

on

Associação dos Empresários do Daia apresentaram demandas do distrito que impedem a instalação de novas empresas no local

DA REDAÇÃO

Em reunião com o presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego), Renato de Castro, empresários do Distrito Agroindustrial de Anápolis (Daia) apresentaram demandas para promover melhorias estruturais no Distrito, como a ampliação dos reservatórios de água, reforma na ciclovia e novos retornos, além da construção de um novo acesso ao Distrito pela BR-153. O encontro foi promovido pela Associação das Empresas do Daia (Assedaia).

Um dos principais problemas apontados pelos empresários é a necessidade de reforma e ampliação da Estação de Tratame nto de Esgot o (ETE) e da Estação de Tratamento de Água (ETA), cujas deficiências atuais representam um entrave para as indústrias instaladas no Distrito e suprir a demanda com a chegada de novas empresas.

Sobre esse gargalo, o presidente da Codego afirmou que a ETE está em fase final de licitação e que está discutindo com a Prefeitura de Anápolis intervenções para ampliar a oferta de água, para garantir que o abastecimento não seja interrompido no período de estiagem. Dentre as ações previstas para solucionar o problema estão a construção de uma represa e a recuperação de outra, além da limpeza e desassoreamento das represas já existentes. Renato de Castro lembrou que são problemas estruturais que se arrastam há anos e que a atual gestão tem como meta solucionar.

Sobre o acesso e mobilidade dentro do Distrito, o diretor-administrativo do Daia, Marlon Caiado, disse que o projeto para criação de uma nova entrada para caminhões, via BR-153, já está pronto. Marlon Caiado também contou que o Governo já cedeu terreno para construção da creche, antiga demanda dos trabalhadores locais, e afirmou que a reforma da ciclovia começa nos próximos dias. Outra mudança importante no Daia é a instalação de um Posto Policial para garantir maior segurança aos trabalhadores.

E O Presidente da Assedaia, Everaldo Fiatkoski pediu também, juntamente com a reforma da ciclovia, melhorias nas calçadas de acesso aos pontos de ônibus. Lembrou também que há demanda de mais empresas para se instalarem no Daia, e que o novo regulamento favorece o melhor aproveitamento das áreas. Sobre isso, Renato de Castro informou que já foram efetuadas mudanças no regulamento para agilizar a cessão de terrenos, mas que antes é preciso resolver problemas estruturais, como a falta de água, para poder ampliar o número de empresas instaladas.

Além dos empresários já instalados no Daia, estiveram presentes representantes de outras empresas que estão aguardando o desenrolar dos trâmites junto à Codego para instalar. Atualmente o Distrito conta com 150 empresas em atividade. Everaldo Fiatkoski avaliou o encontro como muito positivo para que fossem elencadas as prioridades dos empresários e trabalhadores do local e sugeriu que os encontros com a direção da Codego se repetissem mensalmente.

Continue Reading

Destaque