Connect with us

Escolha do Editor

10 coisas que todo motorista iniciante deveria saber

Published

on

Passou no exame do Detran e está super feliz? Bom, agora é hora de aproveitar e sair dirigindo por aí, mas, fique atento ás 10 dicas que separamos para você se ainda melhor na direção.

01 – É preciso verificar sempre a água do radiador. Mas, cuidado, não se deve abrir a tampa do radiador com o carro quente, pois, do contrário, você poderá queimar-se com a água que estará em ebulição.

A baixa água no radiador pode fazer com que o carro esquente e você tenha problemas mais sérios com o motor do carro e, convenhamos, essa peça é delicada e o seu conserto costuma ser bem caro.

02- Atenção ao óleo do carro – Assim como a água o óleo é um item de necessidade básica do carro. É ele que garante que o motor tenha menos atrito e portanto, mantenha a temperatura ideal.

O óleo deve ser trocado de tempos em tempos (de acordo com a quilometragem) e em alguns casos, deve ser completado. Fique de olho nas instruções do seu carro, pois o tempo de troca do óleo varia de carro para carro. Na dúvida, leve seu carro em um mecânico de confiança.

03 – Combustível só em postos de confiança – Sempre abasteça em posto de confiança. Alguns postos não possuem combustível de qualidade, o que pode fazer com que seu carro se danifique ou perca potência.

04 – Calibre os pneus pelo menos a cada 15 dias – Os pneus devem ter uma atenção especial. Andar com pneus com pressão abaixo ou acima do recomentado pela montadora pode te colocar em risco ou fazer com que seu pneu se desgaste de forma errada, além de gastar mais combustível. O ideal é calibrar os pneus pelo menos a cada 15 dias.

05- Atenção às luzes do painel – É comum quando começamos a dirigir nos preocupar somente com a rua, as placas e muitas vezes nos esquecemos de verificar as luzes do painel do carro. Parece bobo, mas as luzes do painel do carro podem evitar que problemas mais graves aconteçam. Fique atento à temperatura do carro, à quantidade de combustível e a luz da injeção eletrônica. Estas três luzes podem fazer com que você economize muitos reais.

06 – Reservatório de água do parabrisas – Complete também o reservatório de água do lavador do para-brisas.

07- Complete o tanquinho de gasolina – Se seu carro é flex, de vez em quando deverá completar a gasolina do tanquinho de gasolina.

08 – Verifique a validade do extintor de incêndio – Apesar de não ser mais obrigatório, andar com extintor de incêndio vencido pode ser muito ruim em uma situação de emergência.

09 –  Luzes – esteja atento às luzes do farol, neblina, freio, ré e placa do carro. Elas são luzes imprescindíveis para a comunicação com outros motoristas no trânsito.

Dica: Fique atento ao farol, as vezes o farol alto pode ficar desregulado, o que provoca o ofuscamento da vista do motorista que vem em sentido contrário.

10 – Ao parar o carro, verifique se realmente é permitido estacionar – Essa dica não está relacionada ao carro em si, mas é muito útil aos novos motoristas. Muitas vezes paramos o carro e quando vamos nos dar conta, era proibido estacionar ali. Ao descer do carro verifique se no chão não possui marcações amarelas, rebaixamento da calçada, garagens, e é claro, placas que proíbam estacionar. Assim você evita multas e pontuações na carteira.

Via ApoioCar

Continue Reading
Clique para comentar

Deixe uma resposta

Destaque do Portal

Governo aumenta em 350% o Credito produtivo em 2017

Published

on

Ao fechar o balanço dos investimentos gerados pelo Crédito Produtivo em 2017, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SED) destacou o segundo melhor resultado no total de empréstimos concedidos pelo Governo de Goiás aos micro e pequenos empreendedores, desde 2004. Resultado da determinação do governador Marconi Perillo pela ampliação da oferta de crédito, o volume concedido chegou a R$ 21.195.502,66, superando em 357% a marca do ano anterior que foi de R$ 5.932.573,19, mostra levamento apresentado nesta sexta-feira pela Superintendência de Micro e Pequenas Empresas da SED.

Ao todo, 616 microempreendedores conquistaram acesso ao empréstimo, em 2017, formando um valor médio de crédito emprestado em torno de R$ 34,4 mil por empreendedor. Os resultados também prospectaram a geração de 1.629 postos de trabalho, em 90 municípios goianos. Ao todo, o governo de Goiás já emprestou mais de R$ 114 milhões para 7,7 mil empreendedores, por meio da Goiás Fomento, órgão jurisdicionado à SED. As expectativas para 2018 são de superar os resultados de 2017 em 30% a 40%.

O Crédito Produtivo oferece financiamento a micro e pequenas empresas com liberação de até R$ 50 mil, com taxa de juros de 0,8% ao mês e prazo de até 36 meses. Para Francisco Pontes, titular da SED, o Programa de Crédito Produtivo tem sido importante para o impulso da economia nos municípios. “Os dados do Caged demonstram como é forte a presença dos pequenos empreendedores na geração de novos empregos. Nós valorizamos e incentivamos todos os segmentos para continuarem em crescimento”, frisou Pontes.

O superintendente de Micro e Pequenas Empresas da SED, Thiago Falbo, destaca que o resultado confirma a retomada da confiança na economia. “Tivemos bons números porque os empreendedores acreditaram na reação econômica conquistada pelas políticas públidas do governo de Goiás, mesmo quando foram afetadas pela crise que atingiu todo o país. Os pequenos investidores vislumbraram melhorias e novas possibilidades de negócios”.

Capacitação de empreendedores
Ligada à Superintendência Executiva de Indústria e Comércio, a Superintendência de Micro e Pequenas Empresas também é responsável pela capacitação de empreendedores por meio do Projeto Crescer Competitivo, em parceria com o Sebrae Goiás.

Falbo explica que antes da concessão do crédito os empreendedores devem participar de cursos que os ajudam a entender e gerir melhor os seus negócios. “O nosso objetivo é preparar o maior número possível de empreendedores, que buscam um diferencial no mercado e, com isso, buscam o próprio crescimento profissional e financeiro”, informa o superintentendente.

Em 2017, foram realizados 132 cursos e palestras que condicionam melhores instruções sobre aplicação financeira para os micro e pequenos investidores. Desde que foi lançado, em 2004, o Crédito Produtivo já atendeu aproximadamente 100 mil pessoas, oferecendo cursos e palestras sobre Plano de Negócios em todo o Estado.

Fonte: Comunicação Setorial da Secretaria de Estado de Desenvolvimento (SED)

Continue Reading

Brasil

Leilões do pré-sal de outubro devem render R$ 100 bilhões em investimentos

Published

on

Leilões de oito campos de exploração de petróleo e gás, localizados no pré-sal, devem gerar R$ 100 bilhões em investimentos no Brasil. “Pensem na quantidade de empregos, de novos empregos, que vamos garantir ao povo brasileiro”, disse o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco.

Pensem na quantidade de empregos, de novos empregos, que vamos garantir ao povo brasileiro – Moreira Franco

Prevista para 27 de outubro, a operação deve atrair petrolíferas de todo o mundo. “É um fato muito importante para o Brasil e principalmente para o estado do Rio de Janeiro”, afirmou, em mensagem no Facebook. Para ele, os esforços do Governo do Brasil em aumentar a transparência e melhorar as regras vão gerar “um resultado muito positivo” para o País.

Todo esse volume de investimentos deve ser distribuído entre encomendas para a indústria brasileira e em serviços ligados ao setor. Esses investimentos devem ser distribuídos ao longo de até 10 anos. A expectativa do setor privado é que essas operações gerem ainda 500 mil empregos.

Anúncio

As operações de 27 de outubro são a segunda e a terceira rodadas de áreas do pré-sal. O primeiro leilão ocorreu em 2013, em Libra. Na segunda rodada, serão leiloados quatro blocos em áreas que têm petróleo e que o reservatório se estende para outra área que já está em produção.

A terceira rodada também terá o leilão de quatro blocos, mas em áreas não exploradas. Serão colocados à venda os blocos de Pau Brasil, Peroba, Alto de Cabo Frio Oeste e Alto de Cabo Frio Central. O cálculo da ANP foi feito a pedido do jornal O Globo.

Fonte:   Planalto
Edição: Richelson Xavier

Continue Reading

Anápolis

Família feliz edificada sobre a rocha

Published

on

 

Estudando a parábola registrada em MT 7.24-29, somos advertidos sobre o perigo de construir nossa casa (lar, família) sobre a areia, ou seja, construir nossa família em alicerces fracos, sob a influência de valores desta sociedade caída e completamente destituída do temor de Deus.

Pastores Bertiê Adais Magalhães e sua esposa Pastora Eliud Batista Coelho Magalhães

1. O Perigo de construir nossa família sobre os pilares humanos.
Os valores adotados pela sociedade pós-moderna não são os valores milenares apontados pelas Sagradas Escrituras.
1.1 Os pilares em que a sociedade constrói sua família.
Os valores são claros e bem definidos: 1º: Uma família secularizada em busca do saber humano como o maior troféu do homem terreno. 2º: O amor ao dinheiro, que o homem busca de forma incansável e dedica sua vida, seu melhor, seu maior esforço, até mesmo em detrimento da fé, da comunhão e da eternidade. 3º: Falta de disciplina, quando os valores humanos são mais importantes do que os de Deus. Ai está o retrato de famílias com fundamentos frágeis e alicerces fracos, que desabarão com a chegada das tempestades.

1.2 Casas edificadas sobre areia não ficam de pé nas tempestades As famílias deste século vêm mostrando o quanto sua estrutura está enfraquecida. Os valores adotados pelos homens foram extraídos de seus corações e mentes corrompidas e levianas, que nada tem de haver com os ensinos do mestre da Galileia. O retrato disso são os divórcios (Mt 19.8,9), infidelidade conjugal, falta de perdão, violência, filhos perdidos nas drogas e na prostituição, falta de limites na educação dos filhos, roupas sensuais, mulheres vestidas com roupas masculinas e vice versa; uma geração de efeminados e masculinizadas; rebeldes, indiferentes e insubmissos às autoridades.

1.3 Casas edificadas sobre areia desabam.
Muitas famílias já estão vivendo este desabamento moral, social e espiritual. Quantas famílias estão pedindo socorro, debaixo de escombros, soterrados e asfixiados. Em famílias inteiras este quadro se agrava, num cenário de terror por todos os lados. Ao passar a tempestade, fica rastro de caos, luto e prejuízos incalculáveis. O nosso maior bem é a família, nosso lar, nossa casa.
É preciso juízo a todos os que pretendem edificar sua casa; o caminho certo é construir nossa casa sobre a Rocha. Esta Rocha é a pedra de esquina, que foi testada no fogo e na água, suportando altas e baixas temperaturas, não estourando ou trincando, ideal para sustentar o edifício. A pedra testada é Cristo.

2. A segurança de construir Casas edificadas sobre a Rocha
O homem prudente edifica a sua casa (lar, família) pela planta dada pelo engenheiro do Universo, quem assim procede não fracassa e sua casa não desaba. Edificar a casa sobre a Rocha significa construir uma família em alicerces sólidos, tendo Jesus, a Rocha Eterna, como a Cabeça de Esquina, Lucas 20.17, que sustenta a edificação. É uma família cujos valores estão baseados na Palavra de Deus e não nos valores humanos da sociedade.

2.1 Uma família edificada na Rocha, que é Cristo.
Nesta família manifesta o temor a Deus em sua convivência familiar; prevalece a unidade; não falta a meditação da Palavra de Deus diariamente, SL 119.97-104; a família está aos pés de Cristo pela oração; mesmo havendo falhas, pois a família não é perfeita, a um sentimento de unanimidade em fazer acertos com a vontade soberana de Deus.

2.2 Uma família edificada em Cristo, permanece inabalável.
As influências negativas do mundo em que vivemos, suas modas gerenciadas pelo espírito de satanás, seu modelo de vida imoral, com certeza, a família que edificou sua casa sobre a Rocha, estão blindadas, portas fechadas e não minadas, não tem muros fendidos, portas queimadas a fogo, pelo contrário estão em segurança.
Quando as tempestades chegam, a família que edificou sua casa na Rocha não se atemoriza.
Os noticiários informam constantemente da evacuação de famílias de cidades inteiras pelas chegadas das tempestades com velocidade acima de 200km/h, vem destruindo tudo e todos e isto tem chegado no Sul do Brasil. Os telhados são retirados como papel de brincadeira, retorcidos, paredes desabam, racham, fazem entulhos, soterram famílias inteiras. Meditando nesta situação, creio que o mundo espiritual não é diferente. O pai de família para construir sua casa deve consultar e praticar toda orientação do grande engenheiro celestial, o nosso grande Deus.
Um conselho: Edifica sua casa (lar, família) nos ensinamentos de Jesus e sua casa suportará qualquer tempestade desta vida. A bíblia está repleta de exemplos: Daniel, 1.8; Ester, seu papel decisivo para salvar seu povo; o grande líder Josué e muitos outros. Família feliz é aquela edificada sobre a rocha. Como está a sua família? Está edificada sobre a rocha ou sobre a areia?

3. Família – projeto de Deus.

O diabo tem feito muitos estragos nas famílias, mas cremos que, durante estes estudos, estaremos contribuindo com a edificação de sua família.

 

3.1 Deus – o criador da família.
O Senhor criou a família e a projetou para que fosse abençoada em todos seus aspectos. Gn 2.18-24. O diabo tem utilizado as mesmas armas milenares: desobediência e rebeldia contra a autoridade, para fazer da família um vale de lágrimas, um mar de sofrimento, não foi assim no princípio o propósito e objetivo de Deus.

3.1 O perigo de o pecado entrar na casa. O pecado entrou no jardim (casa do homem) no Éden e provocou a sua queda, por esta razão todas as famílias em todos os tempos foram atingidas.

3.2 O perigo do engano do diabo.
Por trás de tudo isso estava, evidentemente, satanás, que enganou Eva e ela convenceu seu marido a comer do fruto da árvore que Deus havia dito para não comer, causando prejuízos irreparáveis, como a morte — o maior inimigo do homem.

Conclusão
A família não será destruída por completo, por ser um plano de Deus. Por intermédio da família Deus suscitou a vinda do Messias, que esmagou a cabeça de satanás. Gn 3.15. Hoje somos consolados e ternamente abençoados, porque em Jesus nossa casa será uma casa de benção, uma casa de Júbilo.

Pr. Bertiê Magalhães
Presidente da Igreja Assembleia de Deus Ministério Madureira em Anápolis-Go

Continue Reading

Destaque