Connect with us

Política

Série Propostas: Os projetos dos candidatos para o bem-estar da sociedade anapolina

Published

on

Saúde, Educação, Social, Cultura, Esporte, Lazer e segurança pública. As ideias dos candidatos para esses setores da administração pública

Por Priscila Marçal

O eleitor não busca muitas novidades nas propostas para educação, saúde, social, esporte, lazer e segurança pública. O cidadão só quer que esses serviços sejam prestados com qualidade. Os candidatos à prefeitura de Anápolis sabem disso, mesmo assim decidiram não ficar em águas rasas, e se aprofundaram para propor ao eleitor algo a mais.

Entre as principais propostas estão a construção de novas unidades de saúde, hospitais, Upas e unidades escolares. Temos também propostas na área social, especialmente para apoiar pessoas prejudicadas pela pandemia do novo Coronavírus. Na área da segurança ideias para informatizar o sistema por meio de videomonitoramento e projetos nas áreas de cultura e esportes que também contribuem para redução da criminalidade.

O Portal Imprensa analisou todas as propostas para essas áreas. Como são muitas, o foco nesta reportagem será apresentar as ideias que mais se destacam. A intenção não é fazer comparações, mas apresentar as ideias inovadoras que cada candidato apresenta em sua Proposta de Governo, afinal, o bem-estar da sociedade anapolina deve ser o maior foco do próximo prefeito de Anápolis.

Saúde

O candidato Antônio Gomide (PT) pretende investir em saúde básica por meio da medicina preventiva, em seu plano de governo não há metas específicas para alcançar esse objetivo.

Para ampliar a rede básica, o candidato Douglas Carvalho (Psol), quer definir os locais a partir das necessidades de saúde dos territórios. Outros candidatos apenas afirmam que pretendem implantar UPAS e UBSs em regiões que ainda não tem o atendimento, como Delegado Federal Humberto (PSD), José de Lima (Patriota) e Valeriano Abreu (PSL). O candidato Josmar Moura (PRTB) pretende formar um sistema cardeal da rede de saúde implantando unidades nas regiões norte, sul, leste e oeste. Roberto Naves (PP) cita os bairros onde pretende construir unidades de saúde (Santos Dumont e Lapa).

Alguns candidatos querem construir unidades para atendimentos específicos. Delegado Federal Humberto (PSD) e Valeriano Abreu (PSL) querem construir uma unidade para o atendimento à mulher, que também será uma maternidade. O candidato Márcio Corrêa (MDB) quer implantar ambulatório especializados com serviços como cardio e oftalmologia. Roberto Naves (PP) fala em oferecer serviços de cardiopediatria e cirurgia bariátrica.

Uma proposta que aparece com frequência nos planos de governo é a construção de um novo Hospital Municipal. Os candidatos José de Lima (Patriota), Roberto Naves (PP) e Valeriano Abreu (PSL) apresentam essa ideia. O hospital de Roberto Naves (PP) terá 120 leitos, ampliação de 100% dos leitos de enfermaria e criação de 10 leitos de UTI exclusivos do município. O hospital de Valeriano Abreu (PSL) terá 150 leitos de internação e 30 de UTI. Delegado Federal Humberto (PSD) e Márcio Corrêa (MDB) querem ampliar o hospital já existente.

O candidato João Gomes (PSDB) quer investir em tecnologia para facilitar marcação de consultas para os pacientes, além de monitorar os dados de saúde. O sistema informatizado também aparece em propostas dos candidatos Márcio Corrêa (MDB) e Roberto Naves (PP).

Os candidatos João Gomes (PSDB), Márcio Corrêa (MDB), Roberto Naves (PP) e Valeriano Abreu (PSL)  propõem ampliar e reformar as unidades de saúde já existentes.

De um modo geral, todos os candidatos propõem melhorar a qualidade do atendimento ao cidadão, assim como reduzir filas e oferecer novos serviços. Roberto Naves (PP) disse que quer zerar a fila de cirurgias de hérnia e vesícula. Valeriano Abreu (PSL) disse que nenhum agendamento ou exame vai ultrapassar o período de dez dias e as cirurgias eletivas não poderão ultrapassar sessenta dias.

Educação

O candidato Antônio Gomide (PT) disse que o foco será promover uma educação inclusiva, com qualidade na aprendizagem, mas não aprofundou em metas específicas. O candidato Josmar Moura (PRTB) disse que vai se inspirar em modelos de sucesso no Brasil para propor ações na educação do município, mas também não aprofundou em metas para a educação.

Oferecer ensino em tempo integral aparece em alguns planos de governo, como por exemplo, no dos candidatos Márcio Corrêa (MDB), Douglas Carvalho (Psol) e Delegado Federal Humberto (PSD). Valeriano Abreu (PSL) disse que pretende implantar no contra-turno escolar os Projeto EnCantar, Mais Esporte e “O Trabalho Edifica” para oferecer arte, esporte e profissionalização para os alunos. João Gomes (PSDB) também quer implantar programa de esporte no contra-turno escolar, além de oferecer outras atividades complementares.

Os candidatos que pretendem ampliar o número de Cmeis são Valeriano Abreu (PSL), Roberto Naves (PP), Márcio Corrêa (MDB), José de Lima (Patriota) e Delegado Federal Humberto (PSD).

Roberto Naves (PP) é o único candidato que cita os locais onde pretende construir Cmeis (Parque dos Pirineus e Aldeia dos Sonhos), também cita locais onde vai construir novas escolas (Paraíso, Vila Esperança, Recanto do Sol, Setor Norte e Setor Sul) e construir em substituição da área atual de outras unidades (Residencial Ander, Vila Norte e João Luiz de Oliveira). Márcio Corrêa (MDB) afirma que vai criar Cmeis noturnos para mães que trabalham à noite. Douglas Carvalho (Psol) afirma que vai universalizar a oferta de vagas em Cmeis.

Além de construir novas unidades, os candidatos também falam em reformar as unidades já existentes. Essa proposta apareceu nos planos dos candidatos Valeriano Abreu (PSL), Roberto Naves (PP), Márcio Corrêa (MDB), José de Lima (Patriota), Douglas Carvalho (Psol) e Delegado Federal Humberto (PSD). Roberto Naves (PP) é o único candidato que cita os locais que serão reformados e ampliados pela prefeitura (unidades do Santos Dumont, Nova Vila Jaiara, Vila Jaiara, Maracanã, Interlândia, Cidade Jardim, Vila Formosa, Paraíso, JK, Jandaia, São Lourenço, Vivian Park, Nova Vila e Paraíso). Márcio Corrêa (MDB) não cita os locais, mas afirma que vai reformar todos os Cmeis.

Praticamente todos os candidatos falam em manter estrutura adequada nas unidades escolares. Roberto Naves (PP) e Delegado Federal Humberto (PSD), disseram que pretendem criar a Biblioteca Digital e modernizar a Biblioteca Municipal. Roberto Naves (PP), Márcio Corrêa (MDB) e Douglas Carvalho (Psol) pretendem instalar ar condicionado em todas as salas de aula no município. Roberto Naves (PP), Delegado Federal Humberto (PSD) e Douglas Carvalho (Psol) querem construir quadras poliesportivas em todas as escolas do município. Valeriano Abreu (PSL) disse que vai conceder crédito aos professores para que comprem equipamentos eletrônicos (notebook, computador, câmera, etc). Roberto Naves (PP), Valeriano Abreu (PSL) e Márcio Corrêa (MDB) pretendem investir em gerenciamento informatizado a favor da educação.

Para alunos que pretendem entrar em uma faculdade, Roberto Naves (PP), José de Lima (Patriota)e Delegado Federal Humberto (PSD), disseram que vão oferecer cursos preparatórios para o ENEM gratuitamente. Para a área de ensino superior, os candidatos Roberto Naves (PP), Delegado Federal Humberto (PSD) e José de Lima (Patriota), disseram que vão ofertar a bolsa universitária.

Segurança

O candidato que apresenta a segurança como ponto forte da gestão é o Delegado Federal Humberto (PSD). Pretende criar a Secretaria de Segurança Pública Municipal, a Guarda Civil Municipal, Conselhos de Segurança Comunitários, Base de Segurança no DAIA, e implantar os Batalhões de Comandos Especiais (Giro, Rotam, Bope, Choque e Polícia Ambiental). Também quer aumentar o efetivo da Polícia Militar, aumentar viaturas das polícias e modernizar o Centro de Inteligência Tecnológica com implantação de mais 200 câmeras de videomonitoramento.

A proposta de ampliação do sistema de videomonitoramento também apareceu em outros Planos de Governo, como no de João Gomes (PSDB), Roberto Naves (PP), Valeriano Abreu (PSL), Márcio Corrêa (MDB) e Josmar Moura (PRTB).

Implantar a Guarda Municipal também são propostas dos candidatos Valeriano Abreu (PSL), Douglas Carvalho (Psol) e Josmar Moura (PRTB).

Social

Roberto Naves (PP) quer manter e ampliar programas sociais criados em sua gestão: Voluntários de Coração, Arraiana, Natal de Coração e Banco de Alimentos. O candidato Antônio Gomide disse é necessário reestruturar as relações familiares para alcançar a Inclusão Social e usar a solidariedade e a partilha para apoiar os necessitados.

No apoio aos mais necessitados, o candidato Josmar Moura (PRTB) disse que vai focar as ações sociais nas famílias mais atingidas pela crise causada pela pandemia do novo Coronavírus. Valeriano Abreu (PSL) quer criar um programa de assistência temporária às famílias em situação de desemprego. Roberto Naves (PP) vai criar o programa “Benefício Eventual” para fornecer apoio a pessoas em situação de extrema vulnerabilidade.

Sobre os projetos sociais para crianças, Roberto Naves (PP) quer ampliar recursos destinados aos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), que oferece projetos sociais a crianças carentes e aumentar o número de núcleos. É o único candidato que apresenta projeto para esta área.

Muitos candidatos tem projetos para as casas de acolhimento de crianças. Douglas Carvalho (Psol) quer auditar as instituições que receberam verbas da prefeitura nos últimos anos. Delegado Federal Humberto (PSD) que manter repasse de verbas. José de Lima (Patriota) disse que vai implantar o Fundo de Assistência às Entidades Filantrópicas. Roberto Naves (PP) quer ampliar os repasses de verbas e desburocratizar os contratos.

Para a proteção do idoso, o candidato João Gomes quer implantar o projeto “Idade da Felicidade” e inserir idosos no convívio social, atividades culturais e empregabilidade. Delegado Federal Humberto (PSD) disse que quer criar um asilo municipal ou estabelecer convênios com a iniciativa privada. José de Lima (Patriota) quer construir a casa do idoso e Roberto Naves (PP) quer construir o Abrigo de Idosos. Valeriano Abreu (PSL) quer implantar Creches dos Idosos nas principais regiões da cidade.

No âmbito do direito das mulheres, João Gomes (PSDB) quer implantar o programa Rosas de Mármore, com diversas ações voltadas para a mulher. Márcio Corrêa (MDB) quer implantar o programa “Empoderando” para reinserir a mulher vítima de violência no ambiente social. Valeriano Abreu (PSL) quer criar o Centro de Acolhimento à Mulher e promover ações voltadas para a proteção da mulher. Roberto Naves (PP) quer reestruturar o Centro de Referência da Mulher.

Delegado Federal Humberto (PSD) quer criar o Centro de Recuperação de Jovens infratores e viciados em drogas. O candidato Douglas Carvalho (Psol) quer implantar políticas públicas para atenção integral de pessoas que usam álcool ou outras drogas. Valeriano Abreu (PSL) quer promover o tratamento, recuperação e reinserção social para dependentes químicos.

Douglas Carvalho (Psol) quer extinguir o recolhimento compulsório de pessoas em situação de rua e implementar a Política Nacional da Pessoa em Situação de Rua. Valeriano Abreu (PSL) quer abrir uma casa de acolhimento de pessoas em situação de rua, fornecendo alimentação e abrigo para dormirem. Roberto Naves (PP) quer oferecer qualificação para pessoas em situação de rua e reformar a unidade do Centro Pop, que oferece atendimento às pessoas em situação de rua.

Dois candidatos apresentaram propostas para os Restaurantes Populares. Márcio Corrêa (MDB) quer implantar mais restaurantes e ofertar, também, café da manhã e jantar a preços simbólicos. Roberto Naves (PP) quer construir mais duas unidades do Restaurante Popular.

José de Lima (Patriota) quer implantar o programa de moradia popular em parceria com CREA, construtoras e lojas de materiais de construção para famílias de baixa renda. Márcio Corrêa (MDB) quer zerar o déficit habitacional com o programa “Em Casa”.

Roberto Naves (PP) propõe a construção de um novo CRAS, aumentando para quatro a quantidade de unidades que atendem usuários de programas sociais como Bolsa Família, CAD Único e outros. A unidade seria implantada no bairro Aldeia dos Sonhos. Também propõe construção de sedes próprias de dois Conselhos Tutelares que hoje estão em unidades alugadas.

Esporte

De um modo geral, as propostas dos candidatos na área dos esportes são semelhantes: criar o bolsa atleta; ampliar as atividades de práticas esportivas; incentivar crianças, adultos e idosos na prática do esporte; criar ciclovias; atrair eventos esportivos; reestruturar parques e praças.

Os candidatos José de Lima (Patriota) e Delegado Federal Humberto (PSD), apresentaram projetos de construir um Centro Olímpico.

Cultura

Da mesma maneira, de um modo geral, as propostas para a área da cultura são semelhantes: criar o bolsa cultura; estabelecer calendário cultural; criar projetos sociais culturais nos bairros; apoiar entidades que produzem cultura; incentivar crianças, adultos e idoso na produção cultural.

O candidato Valeriano Abreu é o único que apresenta um projeto para resolver o problema do prédio da Câmara de Vereadores. Pretende transformar a estrutura em um Centro Cultural.

Série Proposta de Governo

A Série Proposta de Governo faz parte do “Projeto Eleições”, elaborado pela Rádio Imprensa e executado durante a Campanha Eleitoral 2020. Durante esta semana, de 19 a 23 de outubro, será publicada uma reportagem por dia no site da emissora (www.imprensamadureira.com.br) apresentando as propostas dos candidatos à prefeitura de Anápolis para as áreas de atuação mais relevantes do governo municipal.

Amanhã, quinta-feira (22.10) será a vez de mostrar quais são as ideias dos candidatos para melhorar a economia da cidade (geração de emprego, concessão de benefícios fiscais, implantação de novas empresas, etc); e, encerrando a série de reportagens, na sexta-feira (23.10), será publicada uma reportagem sobre as propostas para a infraestrutura de Anápolis (projetos de obras, construções, reformas, ampliações e outras benfeitorias para a cidade).

Para a elaboração das reportagens foi utilizado a Proposta de Governo que está disponibilizada no site da Justiça Eleitoral, no seguinte link http://divulgacandcontas.tse.jus.br/divulga/#/municipios/2020/2030402020/92215/candidatos.

A intenção do Jornalismo Imprensa é contribuir com o processo eleitoral, munindo o eleitor das informações que ele precisa para escolher conscientemente seu candidato que deverá administrar a cidade nos próximos quatro anos.

Política

Pacheco inclui Estados e Municípios e oficializa criação da CPI da Covid

Published

on

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), leu, em sessão na tarde desta terça-feira (13), o requerimento que oficializa a criação da comissão parlamentar de inquérito (CPI) da Covid.

DA REDAÇÃO

A Casa investigará atuação do governo federal na pandemia e também  a destinação de verbas federais a Estados e municípios. Pacheco, que uniu duas apurações na mesma comissão, dará 10 dias para os líderes partidários indicarem os membros da CPI, a ser formada por 11 titulares e sete suplentes.

— A Presidência comunica ao Plenário que recebeu Requerimento do senador Randolfe Rodrigues e outros senadores, solicitando a criação de Comissão Parlamentar de Inquérito, composta de 11 membros titulares e sete suplentes, para, no prazo de 90 dias, com limite de despesa de R$ 90 mil, apurar as ações e omissões do governo federal no enfrentamento da pandemia da covid-19 no Brasil e, em especial, no agravamento da crise sanitária no Amazonas com a ausência de oxigênio para os pacientes internados — disse Pacheco.

O presidente do Senado uniu ao requerimento do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), que foca o pedido de investigação na atuação do governo federal, o pedido do senador Eduardo Girão (Podemos-CE), que inclui a destinação de verbas federais a Estados e municípios na investigação.

— A Presidência determina, nos termos do art. 48, § 1º, do Regimento Interno o apensamento do Requerimento de autoria do Senador Eduardo Girão ao Requerimento de autoria do Senador Randolfe Rodrigues, por tratarem de matéria conexa — leu Pacheco.

A decisão de Pacheco ocorreu em ambiente de pressão do Palácio do Planalto e na mira da oposição. Ele escolherá ainda se a comissão será presencial ou remota.

Ao ler o requerimento, o presidente do Senado destacou que a abertura da comissão foi uma ordem do Supremo Tribunal Federal (STF). Na última quinta-feira (8), o ministro Luís Roberto Barroso determinou que Pacheco instaurasse uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para avaliar o combate à pandemia no Brasil. 

Continue Reading

Política

Amilton propõe criação da Frente Parlamentar da Retomada na Alego

Published

on

Mais um grande passo para garantir os empregos existentes e a geração de novas vagas de trabalho no Estado de Goiás.

DA REDAÇÃO

Esse é um dos principais objetivos da proposta do deputado estadual Amilton Filho para criação na Assembleia Legislativa de Goiás da Frente Parlamentar da Retomada.
“Essa Frente Parlamentar da Retomada irá contribuir com o processo de garantir o crescimento econômico em Goiás, que é uma preocupação minha e premente do governador Ronaldo Caiado”, destaca o parlamentar.
“Teremos a confecção de uma agenda parlamentar e executiva que realize um conjunto de reuniões regionalizadas para ouvir e propor parcerias para os empresários através dos segmentos classistas, amparar os pequenos e micro empresários, dando as mãos aos que empregam em Goiás”, destaca ainda o deputado estadual Amilton Filho.

Continue Reading

Política

Reviravolta no Planalto: confira quem são os novos ministros

Published

on

Presidente Jair Bolsonaro troca seis ministros em apenas um dia

DA REDAÇÃO

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez trocas em um total de seis ministérios nesta segunda-feira (29). A primeira foi a do Ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, anunciada pela manhã. À tarde foi divulgada a troca de outro ministro, Fernando Azevedo e Silva, que estava à frente do Ministério da Defesa. Mais tarde, em nota oficial, o governo confirmou as demais trocas.

Com a saída de Fernando Azevedo, o ministro da Casa Civil, Walter Braga Neto, foi colocado na Defesa. Já o general Ramos, então na Secretaria de Governo, foi colocado na Casa Civil.

Para a Secretaria de Governo foi escolhida a deputada Flávia Arruda (PL-DF), um nome com bom trânsito no Centrão. Além disso, Bolsonaro levou o ministro André Mendonça, do Ministério da Justiça, de volta para a Advocacia Geral da União. O ministro José Levi já deixou o cargo.

Para a Justiça, foi escolhido Anderson Torres, ex-secretário de Segurança do DF. Para Relações Exteriores foi escolhido o embaixador Carlos França.

Continue Reading

Destaque