Connect with us

Política

O que dizem os candidatos de Anápolis sobre o segundo turno

Apoio de outros candidatos, curto tempo da campanha e a vantagem de votos entre os candidatos no primeiro turno podem interferir o resultado definitivo

Por Priscila Marçal

Foi por pouco. Se Roberto Naves (PP) conseguisse mais 3,36% dos votos, teria conquistado a eleição no primeiro turno em Anápolis. Ele que é o atual prefeito da cidade, foi para o segundo turno com Antonio Gomide (PT), ex-prefeito, deputado estadual em exercício. Hoje, segunda-feira (16), depois da longa e tardia apuração dos votos, os candidatos falaram com a imprensa sobre as estratégias para o segundo turno.

Roberto Naves, que teve 46,64% dos votos (82.132 votos), recebeu os jornalistas no comitê da campanha, no bairro Anapolis City, às 8h da manhã. Disse que a partir de agora zera tudo e começa uma nova eleição. Afirmou que não vai mudar sua estratégia, a campanha será propositiva, ou seja, para apresentar suas propostas para a gestão.

Antônio Gomide, que recebeu 28,87% do total dos votos (50.843 votos), também recebeu a imprensa em seu comitê, no bairro Jundiaí, às 8h da manhã. Falou que não se surpreendeu com o resultado do segundo turno porque isso já era o que apontavam as pesquisas. Afirmou que se receber apoio de outros candidatos ou partidos, gostaria que fosse de quem realmente acredita em seu projeto. Disse que vai focar em buscar os votos daqueles que se abstiveram durante o primeiro turno.

Os candidatos terão apenas duas semanas para trabalharem em busca do voto no segundo turno. As eleições estão marcadas para o dia 29 de novembro, último domingo do mês. Anápolis é uma das 57 cidades do país que vão para o segundo turno nessas eleições. Em Goiás, apenas Anápolis e Goiânia terão eleições no dia 29.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque