Connect with us

Anápolis

Após recesso, aulas virtuais são retomadas na educação municipal

36 mil alunos da rede voltam à rotina de estudo não presencial

DA REDAÇÃO

Com a interrupção das aulas presenciais no dia 18 de março como forma de contenção do avanço da Covid-19, as atividades da educação municipal passaram a se dar virtualmente. Professores e departamentos pedagógicos readequaram seus planejamentos para oferecer o ensino remoto através de plataformas como WhatsApp e suíte Google, e estudantes adaptaram seu cotidiano para receber os conteúdos em suas casas via celular, notebooks ou materiais impressos. Após período de férias, o mesmo modelo é retomado a partir desta segunda-feira, 3.

O retorno foi marcado por adaptações pedagógicas e análise dos resultados obtidos durante a primeira experiência, realizada até o final de junho. À época, em um levantamento conduzido pelos gestores das unidades escolares, 83% dos pais e responsáveis disseram avaliar o ensino não presencial da rede como bom ou ótimo. Para o segundo semestre, medidas para o fortalecimento do vínculo entre estudantes e rede escolar, adequações pedagógicas e ferramentais, atualização de contatos telefônicos e e-mails, e diagnóstico aprofundado de realidades específicas que se mostraram como obstáculos para o ensino não presencial, foram adotadas no esforço de alcançar satisfatoriamente a pequena parcela dos estudantes que, a princípio, não demonstraram interesse no novo método de ensino.

No primeiro dia do semestre letivo foram realizadas videoconferências com gestores e coordenadores pedagógicos da rede, divididos entre escolas e Cmeis, para alinhamento do plano pedagógico. As reuniões foram conduzidas pela secretária da pasta, Sonja Maria Lacerda, que falou em tom otimista sobre a retomada dos trabalhos. “Enfrentamos desafios que jamais imaginaríamos e, até agora, passamos por todos com excelência. Neste segundo semestre, não será diferente”, disse Sonja.

As categorias atendidas pela rede municipal anapolina são a educação infantil, ensino fundamental, EJA (Educação de Jovens e Adultos) e educação especial – para pessoas com deficiência ou dificuldade de aprendizagem, todas contempladas pelo ensino virtual. Ainda, sob o mesmo modelo adotado no primeiro semestre, para aqueles que não contam com recursos tecnológicos, atividades impressas são disponibilizadas nas unidades de ensino e, para a zona rural, os ônibus escolares fazem a entrega regular dos conteúdos impressos.

Fonte: www.anapolis.go.gov.br

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anúncio Barra Lateral Posts

Destaque