Connect with us

Anápolis

Unidade busca doações do leite materno a domicílio

Para se tornar doadora ou receber atendimento, basta procurar a unidade de segunda a sexta-feira

DA REDAÇÃO

Amamentar é muito mais do que nutrir. É um ato de profunda interação entre mãe e filho. Mas, para algumas mamães esse processo nem sempre é fácil ou imediato e muitas precisam de ajuda. E para fornecer as orientações em relação ao aleitamento materno, o Banco de Leite Humano oferece todas as informações necessárias para tornar esse momento único e saudável. 

Além de uma equipe composta por profissionais humanizados, o Banco de Leite realiza um atendimento individualizado a fim de promover o aleitamento e incentivar a doação de leite para crianças que estão em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e para aquelas que as mães não conseguiram produzir a quantidade razoável para uma amamentação adequada.

Em dezembro de 2018, a atual gestão transferiu a unidade para uma sede própria no Bairro São Joaquim – antes funcionava em apenas duas salas no antigo Cais Mulher – e implantou atendimento de algumas especialidades às mães doadoras e aos seus bebês, como psicologia, nutrição, odontologia, fonoaudiologia e acompanhamento pediátrico.

Segundo a coordenadora Raquel de Castro, a mãe que está com excesso de leite pode procurar a unidade, fazer o cadastro e, estando apta para a doação, ela terá direito a esse atendimento multiprofissional. “A coleta também pode ser feita na casa da doadora. Caso a mãe não queira se deslocar até a unidade, o Banco de Leite dispõe de um motorista que vai à casa dessa doadora”, informa.

A mãe que acabou de ter bebê pode passar na unidade para receber as primeiras orientações. “Caso ela sinta dor ou dificuldade para amamentar, pedimos que procure nosso atendimento o mais rápido possível, pois é muito importante para a manutenção da amamentação”, diz a coordenadora. A Rafaela Alves, 30, estava com o seio fissurado quando procurou a unidade e saiu tranquila. “O atendimento foi excelente e pretendo continuar vindo porque tem me ajudado demais”, destaca.

Para se tornar doadora ou receber atendimento, basta procurar a unidade de segunda a sexta-feira. O Banco de Leite trabalha de portas abertas, não sendo necessário encaminhamento.

Amamentação

O Ministério da Saúde recomenda a amamentação até os dois anos de idade ou mais. Orienta ainda que, nos primeiros seis meses, o bebê receba somente leite materno (aleitamento materno exclusivo), ou seja, sem necessidade de sucos, chás, água e outros alimentos.

Quanto mais tempo o bebê mamar no peito da mãe, melhor para ambos. Depois dos seis meses, a amamentação deve ser complementada com outros alimentos saudáveis e de hábitos da família, mas não deve parar.

Serviço


Banco de Leite Humano “Elaine Miriam de Oliveira”

Endereço: Avenida Cachoeira Dourada, Praça Martins – Bairro São Joaquim

Telefones: 0800 646 3223 / 3902-1722

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anúncio Barra Lateral Posts

Advertisement

Destaque