Connect with us

Goiás

Reunião vai discutir logística da Ferrovia Norte-Sul em Goiás

Segundo contrato, empresa deve iniciar operações em 2021

DA REDAÇÃO

Representantes da Rumo S.A., maior operadora de ferrovias do país, vão se reunir nesta quinta-feira, dia 21, com o secretário de Indústria, Comércio e Serviços, Wilder Morais; e com o vice-governador Lincoln Tejota para discutir o início das atividades na gestão da Ferrovia Norte-Sul, que em Goiás parte de Anápolis até Porangatu, no Norte do Estado.

A reunião está agendada para as 10h30, no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia. Segundo o secretário Wilder Morais, os representantes da Rumo vão informar ao governo todas as ações que serão desenvolvidas no Estado.

A Rumo foi a ganhadora do leilão para concessão da Ferrovia Norte-Sul. O trecho em que ela vai operar possui 95% das obras concluídas. Segundo as regras contratuais, a concessionária tem dois anos para finalizar as intervenções e iniciar as operações em 2021 no trecho entre Goiás, Minas Gerais e São Paulo.

Wilder diz que o Governo Federal agiu rápido e em menos de um ano destravou a ferrovia, cujas obras foram iniciadas no final dos anos 80 do século passado. O trecho concedido à Rumo está situado entre Porto Nacional/TO e Estrela D’Oeste/SP (1.537 km) e está dividido em dois tramos: central, compreendido entre Porto Nacional/TO e Anápolis/GO, com extensão de 855 km; e sul, abrangendo o trecho Ouro Verde de Goiás/GO e Estrela D’Oeste/SP, com extensão de 682 km.

Fonte: www.goias.gov.br

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anúncio Barra Lateral Posts

Advertisement

Destaque