Connect with us

Goiás

Cereais e grãos impulsionam a agricultura em Goiás

Entre os destaques na produção estão o trigo; feijão; soja; milho, sorgo e algodão

DA REDAÇÃO

A produção de grãos em Goiás deve continuar se destacando nacionalmente, segundo estimativas do 1º Levantamento da Safra 2019/2020 da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgado na última quinta-feira, dia 10. Ênfase para o aumento na produção de trigo, que deverá ser 126,2% maior na safra 2019/2020 em relação à safra anterior. Já quanto à produção de feijão primeira safra, o aumento estimado é de 17,5%, com incremento de 16,8% na produtividade, o que manterá o Estado como o quarto maior produtor do grão no Brasil. A produtividade do Brasil de 3.845 kg/ha é a segunda melhor média já registrada pela Conab. 

Quanto ao milho, a produção deverá ser superior a 10,8 milhões de toneladas, consolidando o Estado como terceiro maior produtor do Brasil. A soja retoma crescimento e deve alcançar 11,7 milhões de toneladas, 2,3% superior à safra 2018/2019, o que faz de Goiás o quarto maior em produção nacional. Para o Estado de Goiás, a estimativa de produção é de 24,2 milhões de toneladas de grãos e deverá continuar estável quanto a sua representatividade. O número representa 22% da produção do Centro-Oeste e 10% da produção nacional.

Produção agrícola

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) também divulgou dados relacionados à safra nesta quinta-feira, 10. O Levantamento Sistemático da Produção Agrícola continua apresentando a retomada histórica da produção de algodão herbáceo em Goiás. A produção estimada é de 181,11 mil toneladas, 79,5% maior que o valor da safra anterior (100,9 mil toneladas). O incremento se deve ao aumento de área, principalmente na região do município de Jataí. O aumento da área plantada no estado é de 62,7% em relação à safra 2018, alcançando 43,73 mil hectares. Desta forma, a produção goiana ultrapassa a de Mato Grosso do Sul. Goiás passa a ser o 3º maior produtor de algodão dentre as unidades da federação, perdendo para o Mato Grosso (4,65 milhões de toneladas) e Bahia (1,49 milhão de toneladas). 

De acordo com o levantamento do IBGE, o recorde na produção de grãos no estado de Goiás deve ser puxado pelo crescimento de 36,4% no milho 2ª safra, o que representa 2,69 milhões de toneladas a mais do produto em 2019 frente a 2018, totalizando 10,1 milhões de toneladas. Com isso, o milho safrinha goiano atinge patamar recorde desde o início da série histórica em 1975. O aumento histórico se deve ao crescimento da área plantada, aliado às condições climáticas favoráveis e à janela ideal utilizada no cultivo da cultura.

Sorgo

A produção goiana de sorgo foi estimada em 1,10 milhão de toneladas em setembro, consolidando o estado como o maior produtor do país. O número é 21,5% maior do que a produção registrada em 2018 (912,9 mil toneladas). Este crescimento é devido ao aumento de área plantada em 9,6% em relação à safra 2018, e pelas condições climáticas favoráveis no período da cultura. O aumento da área plantada do trigo também levou a uma produção recorde deste produto no estado. O quantitativo estimado é de 77,17 milhões de toneladas, 39.7% maior que o registrado na safra anterior (55,65 milhões de toneladas). Essa produção é a maior registrada por ano desde o início da série histórica, mesmo com os danos causados por excesso de chuvas e pragas em algumas regiões do estado. 

Fonte: www.goias.gov.br

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anúncio Barra Lateral Posts

Advertisement

Destaque