Connect with us

Anápolis

Anápolis participa do Dia Mundial da Limpeza com ações na Cidade

Consciência da importância do meio ambiente para a sobrevivência humana e de que, juntos, os cidadãos podem fazer sua parte para cuidar da cidade onde vivem são a motivação dos cerca de 100 voluntários que participaram do Dia Mundial da Limpeza em Anápolis, no sábado, 15. O município fez parte, pela primeira vez, de uma mobilização que envolveu 150 países e 300 cidades brasileiras. Durante algumas horas, pessoas de todas as idades, formações e grupos diversos se encontraram para recolher resíduos sólidos descartados de forma irregular em área próxima ao Córrego das Antas, na Avenida Miguel João.

A ação, coordenada pelo Instituto Tecnológico de Goiás Governador Onofre Quinan com suporte da Prefeitura por meio da Secretaria de Meio Ambiente, Habitação e Planejamento Urbano, foi avaliada positivamente pelo titular da pasta, Wederson Lopes, e pelo gerente de limpeza urbana, Christian Pereira. Eles destacam o envolvimento e o engajamento do grupo composto pela Universidade Estadual de Goiás (UEG), Univeritas, Ministério Infantil da Igreja Presbiteriana Pioneira, Instituto 4 Elementos, Rotary Club, Faculdade Metropolitana de Anápolis, Grupo de Escoteiros Cerrado 39 GO, Coletivo Estamira, Colégio Municipal Ayrton Senna, Jornal Contexto, Alcateia Bike Club, CREA, Tabelionato Amorim.

Dentre as diversas entidades que participaram do Dia Mundial da Limpeza, conseguiu mobilizar um grande número de voluntários a Igreja Presbiteriana Pioneira que, ao longo deste ano, tem desenvolvido projeto com foco na coleta seletiva de resíduos para ensinar às crianças sobre a noção de serviço. “Acredito que temos a responsabilidade social de concretizar ações de transformação e é nosso dever cuidar da casa que Deus nos deu”, explica Cláudia Regina da Costa Oliveira, uma das coordenadoras do projeto na Igreja.

Geovane Moreira compartilha da opinião de Cláudia. Ele e a esposa Carolina vestiram a camiseta de voluntários, colocaram as luvas e junto com os filhos, Pedro e Helena, dedicaram algumas horas à coleta de resíduos. “Enquanto cristãos temos a obrigação de cuidar do planeta que nos foi dado”, diz Giovane. Assim como a família, o Grupo de Escoteiros Cerrado 39, com 15 integrantes, também abraçou a ideia e fez sua parte para deixar a cidade mais limpa e para lembrar às pessoas a importância de se cuidar do meio ambiente. “Estamos aqui para dar aos nossos jovens o exemplo de que todos somos responsáveis e podemos gerar transformação nas atitudes do próximo a partir de nossas atitudes”, destaca Lucende Pimenta, chefe da Academia do Cerrado 39.

Segundo o secretário municipal de Meio Ambiente, Planejamento Urbano e Habitação, Wederson Lopes, a iniciativa atingiu a meta proposta – unir o poder público municipal e a sociedade civil organizada – com o objetivo de promover ações ecologicamente corretas, e que acarretem mudanças de comportamento. “A conscientização cria hábitos sustentáveis e gera um sentimento de responsabilidade no cidadão”, afirma.

Confira a entrevista com o Gerente de Limpeza Urbana, Christian Queiroz:

Fonte: SECOM

 

 

 

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anúncio Barra Lateral Posts

goiascovid

Destaque