Connect with us

Novidades

Ministério das Cidades libera R$ 1,2 bilhão para Goiás em seis meses

O ministro das Cidades, Alexandre Baldy, acaba de completar seis meses no cargo e, no período, o volume de recursos investidos pela pasta em Goiás chegou a 1,2 bilhão. O valor equivale a praticamente tudo que o governo estadual arrecada num ano inteiro.

Baldy enterrou a tradição de poucos investimentos do governo federal em Goiás, o que se explica pela fraca representatividade política do Estado na política nacional e pela participação pequena no todo que é a economia brasileira.

Entre novembro de 2017 a março de 2018, Baldy entregou, em todo o país, cerca de 150 mil novas moradias e contratou cerca de 165 mil, totalizando uma média de mais de mil casas entregues diariamente no Brasil com o programa Minha Casa, Minha Vida.

Em Goiás, foram contratadas cerca de 10 mil novas unidades e entregues mais de 10 mil, uma média de 84 casas entregues por dia em todo o Estado. Ainda na parte de Habitação, o ministro entregou Cartões Reforma para mais de 8 mil famílias goianas, num investimento de R$ 40,9 milhões (em todo o Brasil são R$ 178,5 milhões).

Na área de saneamento, Baldy reservou para Goiás mais de R$ 507 milhões. Destaque para os R$ 380 milhões para construção de redes de esgoto e abastecimento em Goiânia e Anápolis.

Foram R$ 115 milhões para ampliação e melhoria do Sistema de Abastecimento de Água (SAA) de Anápolis e os outros R$ 264 para para construção de uma ligação do sistema produtor Mauro Borges, que beneficia Aparecida.

Também foram anunciados obras de saneamento de grande porte em Vila Boa, Luziânia, Santo Antônio do Descoberto, Trindade, Valparaíso, Senador Canedo e Águas Lindas de Goiás.

MOBILIDADE
A principal medida da gestão Baldy em mobilidade urbana para Goiás foi a retomada da construção do BRT de Goiânia, que estava paralisado desde o começo de 2017 por conta de divergências burocráticas entre a prefeitura da Capital, o Tribunal de Contas da União (TCU) e a Caixa Econômica.

Baldy montou uma força-tarefa que resolveu estes entraves em tempo recorde. Numa outra frente, negociou com o presidente Michel Temer para garantir os R$ 250 milhões necessários para conclusão do projeto.

O ministro também garantiu a Iris R$ 145,2 milhões para construção e ampliação dos corredores de ônibus nas principais vias da cidade.

Outros municípios do Estado, como Luziânia e Anápolis, também receberam recursos do Ministério para investir em construção e reconstrução de corredores de ônibus e outras obras que contribuem com a mobilidade urbana.…

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anúncio Barra Lateral Posts

Destaque