Connect with us

Brasilia

Governo anuncia retomada das obras BRT Norte-Sul de Goiânia

O governo federal autorizou a retomada da construção do Trecho 2 do corredor exclusivo de ônibus BRT Norte-Sul de Goiânia. O anúncio do reinício das obras foi feito hoje (15) pelo presidente Michel Temer, acompanhado pelo presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi, e pelo ministro das Cidades, Alexandre Baldy, em cerimônia fechada no Palácio do Planalto.

Serão investidos no eixo Norte-Sul mais de R$ 192 milhões – R$ 140 milhões oriundos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e R$ 52,6 de contrapartida da prefeitura. Considerando os trechos que ainda não foram licitados, o valor total investido chega a cerca de R$ 270 milhões.

O presidente Michel Temer cumprimenta o prefeito Iris Rezende, na solenidade em que anunciou a retomada das obras do BRT Norte-Sul de Goiânia,. Ao centro, Alexandre Baldy, o ministro das Cidades Antonio Cruz/ABr

Em discurso, Temer sinalizou, sem dar detalhes, que deve deferir “logo em seguida” o início das obras para o trecho do BRT Leste-Oeste. “O que mais o pai, a mãe de família quer é um deslocamento ágil. Isso está muito ligado à ideia constitucional da dignidade da pessoa humana. (…), disse o presidente.

“Quando surgiram movimentos pela mobilidade urbana em 2013, 2014, foi porque as pessoas conseguiram adquirir seu carro, mas, ao adquirir o carro, entram no trânsito e levam de duas a três horas para chegar ao trabalho e, de igual maneira, para voltar para casa, ou seja, algo indigno. E o BRT, de alguma maneira, traz uma ideia dessa dignidade de locomoção”, acrescentou Temer.

O BRT Norte-Sul de Goiânia terá extensão de 17 quilômetros, do Terminal Isidória até o Terminal Recanto do Bosque. Segundo o governo, este é o maior projeto de mobilidade urbana da capital goiana, que deve atender a 148 bairros dos municípios de Goiânia e Aparecida de Goiânia. A expectativa é que 120 mil pessoas sejam beneficiadas por dia.

O Ministério das Cidades informou que as obras estão paralisadas desde dezembro de 2016, devido a correções orçamentárias que foram feitas junto à empresa responsável pelo empreendimento, que integra o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Seguindo indicação de órgãos de controle, a empresa teve que devolver recursos com a obra em andamento.

O prefeito de Goiânia, Iris Rezende, o vice-governador de Goiás, José Eliton de Figuerêdo Júnior, parlamentares do estado e o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, também participaram da cerimônia.

Confira a entrevista com o prefeito Iris Rezende

Fonte: Agência Brasil 

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anúncio Barra Lateral Posts

Destaque