Connect with us

Anápolis

Vereador Lélio Alvarenga critica possível regionalização do novo presídio de Anápolis

O vereador Lélio Alvarenga (PSC) falou na tribuna, nesta quarta-feira (7.fev), que as instalações do novo presídio de Anápolis são excelentes, mas que o fato de a unidade ter um caráter regional não trará benefícios imediatos para o sistema carcerário local.

O vereador acompanhou visita feita por autoridades estaduais à unidade, em fase final de acabamento.

Lélio disse que constatou a presença, por exemplo, de scanner para revista de visitantes, dando mais segurança aos agentes prisionais e evitando qualquer tipo de constrangimento aos parentes de presos, mas lamentou que o novo presídio não será usado para amenizar a superlotação do Centro de Inserção Social Monsenhor Ilc.

O vereador conclamou os pares a unir forças para tentar reverter esse caráter regional do novo presídio. O governo estadual pretende inaugurar a obra ainda neste mês de fevereiro.

Para Lélio Alvarenga, a vinda de presos de outras cidades para Anápolis ajuda a aumentar a violência. Ele citou o caso ocorrido no ano passado, quando detentos da Penitenciária Odenir Guimarães (POG), de Aparecida de Goiânia, foram transferidos provisoriamente para o novo presídio.

“De lá para cá, qualquer rebelião no velho presídio daqui temos decapitações, algo que não ocorria no passado”, citou o vereador, que acredita que esse tipo de prática ocorre devido à entrada do crime organizado no sistema penitenciário local.

Lélio disse que protocolou requerimento a ser direcionado à juíza Lara Gonzaga de Siqueira e ao advogado Gilmar Alves, do Conselho da Comunidade na Execução Penal, pedindo apoio nessa luta contra a regionalização do novo presídio.

Fonte: Câmara Municipal 

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anúncio Barra Lateral Posts

Destaque