Connect with us

Destaque do Portal

Caso de polícia – Vândalos invadem CT Esmeraldino e agridem zagueiro que fazia sessão de fisioterapia

O elenco esmeraldino segue se preparando para seu próximo compromisso, a partida contra o Paraná Clube. Na manhã do último sábado (26), os jogadores do Maior do Centro-Oeste trabalharam no Centro de Treinamento Edmo Pinheiro. Antes do treino em si, o plantel e comissão técnica se reuniram com o presidente do Conselho Deliberativo, Hailé Pinheiro, e com o presidente executivo do Verdão, Marcelo Almeida.

Já no período da tarde, o CT Edmo Pinheiro foi invadido por cerca de 50 torcedores que vandalizaram o local completamente. O time do Goiás não estava treinando, mas o zagueiro Bruno Aguiar estava fazendo uma sessão de fisioterapia no local e os torcedores não pouparam o jogador, o agredindo com um capecete.

Bruno foi até o hospital, recebeu 11 pontos na boca e foi liberado, mas logo depois foi até a Central de Flagrantes da Polícia Civil e registrou a agressão. Ele foi submetido a um exame de corpo de delito.

Nota de repúdio

O Goiás Esporte Clube repudia de maneira veemente os criminosos atos de vandalismo cometidos no Centro de Treinamento Edmo Pinheiro na tarde deste sábado, 26. Além do patrimônio depredado no vestiário, academia, departamento médico e de fisiologia, profissionais esmeraldinos, cidadãos honrados, foram agredidos covardemente física e verbalmente. Diretoria, comissão técnica e atletas reafirmam sua hombridade e respeito para com a instituição alviverde, garantindo empenho irrestrito durante suas atividades profissionais. O Goiás salienta que não reconhece neste grupo de vândalos os valores de sua imensa torcida, que jamais cometeria atos de barbárie como os que foram vistos no CT Edmo Pinheiro.

Fonte: WWW.TEMPOEXTRA.COM.BR

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anúncio Barra Lateral Posts

Destaque