Connect with us

Anápolis

Câmara Municipal aprova moção de aplauso à Rádio Imprensa

Poder Legislativo reconhece trabalho realizado pela emissora em prol do Município durante mais de meio séc


A Câmara Municipal de Anápolis aprovou Moção de Aplauso, na última segunda-feira,07, à Rádio Imprensa, pelos 58 anos de fundação da emissora, completados no último dia 31 de julho. O autor da homenagem, vereador Pastor Elias Ferreira (PSDB), falou na tribuna sobre a importância do veículo de comunicação para o jornalismo anapolino e também na propagação do Evangelho.
“Ao completar 58 anos de fundação em 31 de julho de 2017, a Rádio Imprensa de Anápolis está em franco desenvolvimento e se prepara para a nova fase da história do rádio brasileiro, a migração da frequência AM 1030 para a faixa de FM 104,9, o que levou a emissora a construir uma sede nova e trocar toda sua estrutura tecnológica com novos estúdios e parque de transmissores”, ressaltou Pastor Elias.
A Moção de Aplauso, aprovada por unanimidade dos vereadores, é dirigida à Rádio Imprensa e à sua atual direção, constituída pelo pastor Bertiê Magalhães (diretor-presidente), pastor Osmar Alves Rodrigues (sócio-gerente) e Lídia Coelho Magalhães (diretora); e às gestões anteriores: vice-prefeito pastor Márcio Cândido da Silva (ex-diretor geral), Ernei de Oliveira Pina (ex-proprietário) e Edmo de Oliveira Pina (ex-proprietário).
O vereador lembrou que a Rádio Imprensa foi fundada em 31 de julho de 1959 pela então empresária Ana Cury. Teve o seu controle acionário adquirido no final de 1964 pelo médico anapolino Henrique Fanstone. “Ela instalou o seu primeiro estúdio na Avenida Goiás, mudado pelos novos proprietários para o edifício Dona Dayse, na Praça James Fanstone. Naquele local permaneceu até 1992, quando foi para o prédio onde funcionava a Caixa Econômica Federal, na Rua Engenheiro Portela”, explicou Pastor Elias, lembrando que os diretores da Imprensa, após sua fundação, foram Simão Khoury, Moisés Haley, Antônio Marmo Canedo, Vasco Santana Ramos, Nilton Abrão, José Elpídio e Jamil Antônio.
O vereador disse ainda que sob comando da família Fanstone a Imprensa passou por uma crescente profissionalização imposta pelos novos diretores, Walter Lopes Cançado, Wildemir Demartini, Jahuyr Lobo, William Fanstone, Ernei de Oliveira Pina, Edmo de Oliveira Pina e Billy Fanstone. “A partir de 1972, a emissora foi administrada por José da Cunha Gonçalves, que permaneceu no cargo de diretor-geral até 2008”.
Pastor Elias se lembrou na tribuna dos diversos profissionais que comandaram os microfones da Imprensa ao longo dos anos. Ele destacou também que no dia 31 de julho de 2008, ao completar 49 anos no ar, a rádio teve suas ações cedidas para a Igreja Assembleia de Deus Madureira, e seus estúdios foram mudados para a Avenida Tiradentes.

Texto Extraído Jornal Contexto

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anúncio Barra Lateral Posts

Destaque